Branding e design são amigos e andam juntos

Nova Escola de Marketing
28 de setembro de 2009

O branding irá construir e decidir a imagem e posicionamento proposto para a marca. O design vai passá-las de forma atraente, clara e tangível aos diversos públicos.

Two Friends 1965 Pablo PicassoA competição entre o branding e o design vem ganhando força no mercado de comunicação e marketing.

Isto acontece devido a confusão que as pessoas fazem entre os dois conceitos, e, principalmente, pela ideia de branding que algumas agências de design passam para o mercado.

Tal confusão não passa de um atraso para a disseminação do branding no Brasil; com estas distorções de conceito, fica ainda mais “obscura” sua verdadeira importância e necessidade para as empresas.

Branding trata-se de um conjunto de ferramentas de marketing e comunicação voltados à construção e gestão estratégica de marcas, enquanto design é ferramenta de comunicação e marketing que, através de traços, cores e formas cria identidade visual para empresas, produtos e serviços.

Ou seja, design é uma ferramenta de suma importância dentro do branding. É ele quem tangibiliza toda a imagem e posicionamento da marca. Claro que dentro do design, assim como em qualquer profissão, existem maus profissionais, que fazem simplesmente identidades visuais e embalagens, falando que estão fazendo branding. E assim surge a “rincha”.

Primeiro que identidade visual, embalagem, ou qualquer outro tipo de manifestação visual, que seja feita sem um propósito, não se pode chamar de design. O design não é apenas a preocupação com a estética visual, mas também com a mensagem e o resultado que aquela peça irá causar nas pessoas.

Muito menos se pode dizer que estão fazendo branding. Pois justamente é o branding que irá construir e decidir a imagem e posicionamento proposto para a marca, deixando a responsabilidade para o design de passá-las de forma atraente, clara e tangível aos diversos públicos.

Atualmente, onde a maioria dos mercados segue em direção a comoditização, cada vez mais o design se torna um diferencial competitivo e atrativo.

Será que a Apple ainda possui uma vantagem técnica sustentável? Depois que as máquinas começaram a utilizar Intel e Windows, pode-se dizer com certeza, que o design seja o grande, ou o único, fator de diferenciação.

Então, vamos parar de colocar esta ferramenta, importantíssima para a construção de marca, como uma vilã. O que devemos é saber identificar os “picaretas” do design, que dizem fazer branding.

Um bom design dá conta do recado quando conhece o posicionamento da marca, mas branding não se faz sem design. [Webinsider]

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

19 respostas para “Branding e design são amigos e andam juntos”

  1. Entenda a confusão entre Branding e Design disse:

    […] encontrei a matéria “Branding e design são amigos e andam juntos“, escrita por Gabriel Saul Maialli que me ajudou a entender que esta confusão existe porque […]

  2. Branding e design são amigos e andam juntos – EDITAR POST disse:

    […] Visitei uns sites de empresas que se nomeiam de branding e fiquei confusa. Pela primeira vez encontrei uma que só expunha os logos, a marca visual dos clientes, sem case, sem nada. Ok, que branding não conta seus segredos, mas este só enrolava e repetia frases no seu conceito de branding. E me perguntei, que estranho, preciso entender melhor, por que Branding e Design andam tão juntos? Por que esta confusão? O site que visitei, acho injusto mencionar o nome, mas é nítido que eles não fazem branding, pelo menos no site não mostram, só mostram design. E encontrei esta matéria, que me ajudou a entender porque está confusão existe. Branding e design são amigos e andam juntos […]

  3. Bruno Kons disse:

    Po galera, tá facil de entender o texto né, pensem assim, o Branding não vive sem o Design, já o Design vive sem o Branding, se ele tiver as informações de um bom briefing de uma empresa, mas não quer dizer que o Designer faça Branding, pois o Brading pra começar é do Marketing, que envolve muitas outras profissões além do Design.
    Branding = gestão GERAL da marca
    Design = Criação da marca (não só desenho e sim usando metodologias de projetos que são mais detalhados que a maioria imagina) uma pena…

    Bom, esses comentários contra o Designer só serão abolidos depois que as pessoas se tocarem que a marca é a parte mais importante da empresa.

  4. Eduardo Diaz disse:

    Sorry, Branding!!

  5. Eduardo Diaz disse:

    Sou artista gráfico há 25 anos e tenho mais de 330 logomarcas e programações visuais no meu portfólio.
    Não sei o que o Brading poderia há 20 anos atrás (quando esse termo nem existia) mudar meu conceito trabalhado num Briefing feito diretamente com o cliente? Essas minhas criaçôes estão vigentes até hoje e cumprem as necessidades atuais. Eduardo D. Diaz.

  6. silvio t santos disse:

    você escreveu…

    Primeiro que identidade visual, embalagem, ou qualquer outro tipo de manifestação visual, que seja feita sem um propósito, não se pode chamar de design.

    Então me fale um exemplo de manifestação visual
    dos tipos comentados,
    que não tenha algum propósito?
    pelo que se entende todo tipo de comunição tem algum propósito.

    Silvio T Santos

  7. Alexandra disse:

    Verdade Ricardo… e se Wolner ler isso…

  8. Alexandra disse:

    Péssimo texto… e muito preocupante que só uma pessoa tenha percepção disto, mas vamos as verdades:

    -Branding e Design não estão competindo, mas andam lado a lado, o design precisa do branding para criar de forma estratégica e o branding precisa do design para dar emoção a essas formas

    -Branding não são ferramentas do marketing

    Sorry, mas o seu texto está do início ao fim incoerente, sería interessante você rever seu contexto.

  9. Vania disse:

    Este assunto te interessa para a monografia…

  10. Vania disse:

    Muito bom. Leia.

  11. Thiago disse:

    Concordo com o texto e acho super bacana a diferenciação e ponto de congruência entre os dois.
    Excelente artigo!

    Só queria acrescentar no seguinte aspecto:

    Design é mais que visual, também trata-se de estruturas, direcionamento, logística, hierarquia, arquitetura mesmo. Quando Steve Jobs (conforme seu livro) decide separar cada elemento do MAC em embalagens diferentes dentro da caixa, ele faz design, pois ele instiga o cliente a abrir e descobrir aquele item separadamente. Todo esse aspecto facilitador e usual que o design traz, também favorece para formar marcas fortes.
    Imagina um Pão de Açúcar sem design logístico, e de prateleiras…

    E quanto ao comentário do Carlos, branding é para quem quer, não para quem pode. Planejar posicionamento de marca e como atuar com ela é algo que os pequenos fazem e se tornam grandes.

    Abraço!

  12. Não creio que exista uma competição entre Branding e Design. Assim como a maioria das pessoas não sabem o que é Design, elas também não sabem o que é Branding.

    Essa falta de informação cria espaço para os aproveitadores de plantão. Bons profissionais sabem que as duas matérias devem andar juntas e que o Design é uma ferramenta dentro do Branding.

    Abraços,

    Mônica

  13. Daniel Lima disse:

    Gostei do texto, e concordo que para se fazer design DE VERDADE, é necessário um estudo sobre o tema, um projeto do que será realizado, metodologia e realização.
    E branding é isso, porém mais aprofundado ainda, integrando o marketing e publicidade, tendo em vista que o trabalho não acaba na hora que se entrega os resultados para o cliente, é neessário um acompanhamento da marca.

    att

  14. Luis Eduardo disse:

    ótimo texto!
    Texto esclarecedor, já que o termo é novo no Brasil.
    Só corrigiria, acredito que Branding seria uma Ferramenta do Design e do Mkt e não contrario.

    E sim da pra vender branding, dá pra fazer um planejamento, uma pesquisa (e cobrar por isso) e não apenas executar o que o cliente quer e acredita ser o correto.

    Acredito que ai está a grande diferença entre agencias e Escritórios de Design.

    Obs: Repliquei seu texto no blog da empresa: http://brazabranding.blogspot.com/

    Abraços

  15. Carlos disse:

    Branding é um termo. Um termo gerado a partir da prática de grandes agências de publicidade e estúdios de design atendendo a grandes contas de clientes riquíssimos.
    Todo design deve ser pensado sob a luz de conceitos bem elaborados visando o melhor posicionamento possível de determinada marca em seu mercado.
    O que acontece é que assim como a própria função do designer se tornou algo prostituído, os termos tendem a seguir o mesmo percurso.
    O termo, que já é mera alegoria de uma obviedade, virou diferencial de mercado e é normalíssimo encontrá-lo por aí enfeitando o serviço de muita gente.
    Acho bobo.
    Acho mais bobo ainda quando na frente de um cliente que sempre tende a ignorar sua formação em nome de seu gosto discutível.
    Vamos guardar o Branding para os filósofos da comunicação, porque o fato é que toda marca deveria ser pensada através de uma análise cuidadosa do ambiente de mercado, público e posicionamento, independente do nome que se dá a isso.
    Resta saber se você consegue vender seu Branding por aí, se seus clientes irão pagá-lo por pesquisas e planejamentos detalhados + design.
    Seria ótimo poder vender Branding ao invés de apenas design, mas na prática, se a maioria dos clientes não ligam para um posicionamento coerente, não serei eu quem irá se preocupar sem cobrar por isso.
    Branding é pra quem pode.

  16. Eder disse:

    Fica cada vez mais difícil as pessoas entenderem a diferença entre Branding e Design.

    O texto é tão esclarecedor que, mesmo assim, há pessoas como no comentário acima, que preferem ignorar do que tentarem entender.

    Não há separação de trabalhos, e sim a união deles.

  17. Daniela Luppioni disse:

    EXCELENTE!!!
    Ao contrário do comentário acima, acredito, como designer, que o artigo mostra justamente a importancia de nosso trabalho. Mostra a importancia de levar ao publico, de forma tangivel, os sentimentos e percepções intrínsecas residentes nas marcas.
    Parabéns!

  18. Ricardo disse:

    Péssimo… primeiro diga o que é design…design, é uma ferramenta pra quem faz Branding??? . e na boa DESIGNER, é muito mais que um mero executar e selecionador de cores, se o Wollner lê um negócio destes…

  19. Ótimo artigo! Espero que as pessoas que ainda não entendam essa diferença, designers principalmente, possam refletir sobre tudo que esta aí.

    Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *