Marketing digital na pequena empresa iniciante

29 de dezembro de 2011

Quem não tem experiência em ações online pode começar entendendo o básico: esteja sempre visível, torne-se referência, conquiste credibilidade, converta, monitore e fidelize.

O marketing digital melhora os resultados de uma empresa quando consegue “encaixar” a fórmula simples: menor custo, melhor alcance e mais vendas. Em outras palavras, é a possibilidade de ganhar mais gastando menos. Agora vamos aos detalhes.

Resumidamente, o marketing digital compreende ações promocionais dos seus produtos e serviços realizadas na internet ou em outros meios de comunicação digital.

Nos meios tradicionais como a TV (não a interativa/digital), rádio, outdoor e outros impressos, o investimento é caro para as pequenas empresas, pouco mensurável, difícil de avaliar e praticamente sem feedback instantâneo.

Já no ambiente digital temos algumas facilidades. A partir do perfil completo de seus possíveis clientes (idade, localização, sexo, interesses) é possível economizar anunciando apenas para eles, valorizando o investimento consideravelmente.

Há também o relacionamento: a indicação de um amigo tem poder. Imagine vários amigos com um botãozinho de “curtir” e “compartilhar” ao lado.

O marketing digital nos levou para a nova era do boca-a-boca. O potencial de um curtir no Facebook é imenso. Seus clientes potenciais verão uma promoção da sua empresa acompanhada de uma mensagem: Fulano, Sicrano e Beltrano (os melhores amigos dele) curtiram isso.

Por onde devo começar?

O primeiro passo é conhecer o que acreditamos ser a base do marketing digital. São apenas seis ideias que fundamentam qualquer estratégia no mundo virtual.

Fique sempre visível

As pessoas precisam saber que você existe. O primeiro passo para sua empresa nascer na internet é ter um site. Antes você precisava apenas de um site institucional que funcionasse como cartão de visitas para se diferenciar. Hoje isso é no mínimo uma obrigação. Seus perfis nas redes sociais precisam direcionar seus fãs e seguidores para seu site ou blog, para que suas campanhas sejam eficientes.

Além de existir, você precisa ser encontrado. Um bom posicionamento nas buscas do Google é uma ótima forma de fazer seu cliente potencial te achar. Para ser encontrado há alguns recursos a serem usados:

SEO: podemos dizer que é a otimização de sites para mecanismos de busca. Ter um site desenvolvido e pensado para sistemas de busca é essencial. Seu site precisa ser compreensível para os clientes mas também para os robôs do Google.

SEO é um um conjuntos de técnicas que deixam seu site ficar bem posicionado na busca orgânica, ou seja, entre os resultados que o Google considera relevante sem que você pague nada para ele.

Além da qualidade do site, também é extremamente importante a relevância do seu conteúdo.

Anúncios

  • CPC, iniciais de custo por clique. É um tipo de anúncio pelo qual você paga apenas pelo clique. Não importa se dez ou mil pessoas viram ele, o que interessa é quantas clicaram. É como ter um outdoor, mas só pagar pelas pessoas que foram ao seu estabelecimento graças a ele.
  • CPM, de custo por milheiro. Outro tipo de anúncio, porém nesse caso você paga a cada mil visualizações.

Construa credibilidade

Seu site precisa conquistar seu visitante à primeira vista. Já pensou você marcar encontros com 1000 garotas e chegar em cada encontro muito mal vestido? A aparência do seu site é a roupa que a sua empresa está vestindo no primeiro encontro com seu cliente.

Ofereça garantias, principalmente se seu site tiver a possibilidade de vendas online. Além disso, use e abuse de depoimentos e histórias de clientes satisfeitos

Torne-se referência

O conteúdo é rei. Bom conteúdo, boa aparência e uma participação ativa em grupos e comunidades online servem para destacar seu empreendimento da maioria.

Converta

Converta desconhecidos em fãs; seguidores em visitantes frequentes do seu site e clientes. Para isso é importante ter um blog integrado. Interaja e relacione-se com seus fãs, conheça suas necessidades para convertê-los em clientes reais. É aqui que o dinheiro realmente entra na sua conta.

Monitore

Acompanhe seus clientes nas redes sociais para identificar oportunidades e avalie os resultados para tomar decisões importantes. Deu certo? Invista mais. Deu errado? Avalie os motivos e faça diferente; afinal o custo baixo (e otimizado para seu público) minimiza a preocupação com o risco de falhas.

Fidelize

Mantenha relacionamento com seus clientes através de redes sociais e de comentários em seu blog. Interaja com eles, esteja disponível para ajudá-los, seja transparente e você passará a ter mais do que clientes, terá entusiastas.

Levando esses fundamentos em consideração, a probabilidade de você avança é alta. Pode levar mais ou menos tempo, mas com disciplina e engajamento você obterá bons resultados.

Gostou? Que tal participar de um exemplo prático de conversão? Torne-se fã da nossa página no Facebook, siga nosso perfil no Twitter e compartilhe esse post nas redes sociais de sua preferência. [Webinsider]

…………………………

Acompanhe o Webinsider no Twitter e no Facebook.

Assine nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

2 respostas para “Marketing digital na pequena empresa iniciante”

  1. Dyego Luz disse:

    Oi Leocarpo obrigado pelo comentário, gostou desses princípios básicos? Pretende coloca-los em prática? Entre em contato pelo twitter (@dyegoluz), talvez eu possa te ajudar. Abraço 🙂

  2. Leocarpo disse:

    Isso serviu mais do que um simples puxão de orelhas, valeu mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *