Vou te contar um segredo

28 de agosto de 2014

Aplicativos como o Secret não podem garantir que vão manter segredo algum.

“Três pessoas podem manter um segredo,
se duas delas estiverem mortas.”
Benjamim Franklin (Escritor e cientista norte-americano, 1706-1790)

privacidade“Vou te contar um segredo.” Todos nós já ouvimos ou falamos esta frase uma ou outra vez na vida. Intuitivamente sabemos que a partir deste momento, quando compartilhado, o segredo estará em risco e poderá ser revelado.

A própria palavra segredo vem do Latim secretus, que significa “à parte, isolado, oculto”, esta é a real natureza do segredo. Assim, até algum tempo atrás, o lugar ideal para guardar segredos era o cofre ou o ouvido de um amigo, o que me parece bem razoável.

Mas vivemos um novo tempo sem fronteiras. Como se já não bastasse milhões de internautas abrindo seus corações, expondo seus sentimentos e pensamentos mais íntimos sem absolutamente nenhum critério no Facebook, Twitter e WhatsApp, agora os prodígios da internet Web 2.0 estão lançando aplicativos para armazenar os “segredos” dos internautas: o Secret é somente um deles.

É preciso deixar claro que não existe protocolo de segurança ou criptografia tanto na transmissão quanto no armazenamento de dados 100% seguro, inquebrável.

Devemos ficar atentos, porque as redes sociais estão famintas demais por saber de nossa vida, nossos desejos e agora também nossos segredos.

Ideal mesmo, se você tem um segredo, é mantê-lo dentro do seu próprio cérebro, este sim, inviolável. Ao menos por enquanto.

Referências

KEEN, A. (2012) Vertigem digital – Porque as redes sociais estão nos dividindo, diminuindo e desorientando. Zahar Editora, Rio de Janeiro.

MURER, R. (2012) Spammers, falsos perfis e hologramas virtuais.

MURER, R. (2011) Como cons(des)truir sua reputação. Ciberespaço. Webinsider.

SOLOVE, D. J. (2008) Do Social Networks Bring the End of Privacy? Scientific American.

[Webinsider]

…………………………

Leia também:

…………………………

Conte com o Webinsider para seu projeto de comunicação e conteúdo

>>> Veja como atuamos.

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *