Sistemas são ferramentas, mas o que importa são as pessoas

Nova Escola de Marketing
18 de setembro de 2015

Curtir, retuitar, estrelinhas... Ações são importantes, mas a interação interpessoal é ainda mais.

redesGostemos ou não, o nosso mundo se tornou hiperconectado. Pessoas e negócios dependem do meio online para quase tudo. A internet se enraizou tão fortemente na sociedade que de interface passou a fazer parte das nossas vidas.

Distinguir o real do virtual nem sempre é tarefa fácil para algumas pessoas.

Precisa de uma informação sobre uma empresa? Busca o site dela.

Precisa de datas de eventos? Vai ao Facebook.

Quer falar algum assunto particular com alguém? DM no Twitter.

O sucesso ou o fracasso são baseados na quantidade de likes e compartilhamentos. Ou na capacidade de gerar discussões.

Hoje a preocupação está nos volumes, nas multidões (o que é muito diferente do pensamento no coletivo), e quase nunca no indivíduo.

Creio que esse movimento é inevitável e não questiono se é bom ou ruim: cada pessoa deve buscar aquilo que lhe faz bem. Ponto final.

Contudo, acho que vivemos um momento perigoso: o da superficialidade dos relacionamentos.

Quando números se tornam mais relevantes que a interação individual

Quando postamos algo nas redes sociais, ficamos ansiosos e afoitos pelos resultados. A mãozinha fazendo um “joia” se torna mais importante que qualquer outro parâmetro, quando na verdade, o foco deveria ser a experiência exclusiva de cada indivíduo.

O que sentiu?

O que absorveu?

Qual foi o impacto da mensagem?

Quais ideias surgiram?

Enfim, como o humano atrás da tela experimentou o conteúdo apresentado.

Sabe, acho que sou um pouco saudosista, sempre prefiro o bom bate-papo ao frio mundo das estatísticas virtuais. Gráficos são métricas, mas mensurar a vida é simplificar demais.

E você, o que me diz?

Até mais! [Webinsider]

Leia também:

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *