As 7 características do conteúdo compartilhável

Nova Escola de Marketing
24 de julho de 2017

Ninguém tem uma fórmula infalível, mas existem alguns fatores que tornam um conteúdo compartilhável em maior ou menor grau.

As 7 características principais do conteúdo compartilhávelAlguma vez você já parou para refletir sobre o que faz um conteúdo ser mais compartilhado do que outro? Sobre o que seria um conteúdo compartilhável, digamos assim?

Existe algum segredo ou é só escrever e torcer?

A verdade é que você nunca vai ter 100% de certeza de que seu público vai compartilhar seu conteúdo. Independente disso, existem algumas estratégias que você pode executar para aumentar suas chances de compartilhamento.

Seja você um e-commerce, uma empresa de serviços online ou um blog, vai ser preciso criar bons conteúdos e saber distribui-los dentro de uma estratégia de marketing online.

Veja uma lista de características de postagens com mais chances de serem compartilhadas.

Conteúdos compartilháveis são divertidos

Uma pesquisa recentemente publicada pela American Marketing Association analisou centenas de artigos do jornal New York Times com o objetivo de entender quais fatores levam a um maior compartilhamento.

Os pesquisadores concluíram que notícias positivas tinham maiores chances de viralizar – notícias que produziam satisfação nos leitores. E também que conteúdos que geram geram sentimentos como ansiedade, frustração ou raiva costumam ser mais compartilhados do que os conteúdos que produzem poucos sentimentos.

O que podemos aprender com isso? Crie conteúdo que faça com que as pessoas reajam a ele; conteúdo que de fato impacte as pessoas. Seus conteúdos sempre devem tocar os leitores, preferencialmente de uma maneira positiva.

Conteúdo compartilhável gera validação social

Todos nós temos necessidade da aprovação das outras pessoas. Isso quer dizer que muita gente vai seguir as tendências — ou seja, vai curtir comentários e postagens que foram curtidas por outras pessoas.

As 7 características principais do conteúdo compartilhávelPortanto, adicione botões de compartilhamento bem visíveis. Eles devem estar destacados em todas as páginas que você quer que sejam compartilhadas.

Depois comece a compartilhar nos seus próprios canais de mídia sociais.

Quando alguns leitores forem atraídos, eles vão estimular outros a fazerem o mesmo na expectativa de conseguirem “validação social”.

Apelo visual

Qualidade é extremamente importante, mas aparência também é. Até os textos devem ser visualmente atrativos para as pessoas lerem e compartilharem. Você precisa organizar seu conteúdo de uma maneira que seja fácil para o leitor acompanhar. Evite grandes trechos de texto, que em geral são cansativos.

Design também é importante. As cores e os elementos visuais devem ser harmoniosos, então eles não vão distrair os leitores do seu texto. Cada pedaço deve funcionar bem no quebra-cabeça.

Algumas dicas: utilize listas, tópicos e subtítulos. Dê preferência para parágrafos curtos e uma fonte que seja de fácil leitura.

O interesse das pessoas

As pessoas utilizam mídias sociais por muitas razões, uma delas é conectar com pessoas que possuem interesses similares.

O conteúdo que compartilham serve de ferramenta para fazer essas conexões. Através de conteúdo e mídia sociais os usuários podem interagir com pessoas de personalidade parecida e fortalecer as conexões que possuem.

A conclusão é que conteúdos muito bons são os que falam sobre os interesses das pessoas. Quando você está postando artigos sobre pautas da moda, relacione estes artigos com os interesses da sua audiência.

Se você, por exemplo, tem um blog sobre Yoga e quer conectar seus assuntos com assuntos que estão em moda, você pode escrever sobre como a Taylor Swift ou outra celebridade se alonga antes das apresentações. Esse tipo de mistura vai inspirar a discussão de seus leitores.

Conteúdo compartilhável é prático

Se você observar os artigos que recebem grande atenção em mídias sociais, vai notar que eles são divertidos e interessantes, mas também bastante práticos e informativos.

Um estudo do New York Times chamado “A psicologia do compartilhamento” mostrou que mais de 90% dos usuários de mídias sociais avaliam a utilidade do conteúdo antes de compartilhá-lo. As pessoas compartilham conteúdo que consideram de valor, capaz de contribuir para resolver o problema de outras pessoas.

Por exemplo, se você está planejando escrever um conteúdo sobre ansiedade, você precisa deixá-lo extremamente útil para o seu público alvo. Ao invés de investigar os fatores que levam a esse estado e apresentar números de quantas pessoas sofrem com esses problemas, você deve colocar dicas sobre como pessoas podem superar as dificuldades da ansiedade. Esse conselho deve ser bastante prático e diferente do que todos os outros sites oferecerem.

Conteúdos com passo-a-passo costumam ser bastante práticos. Preste atenção nas dúvidas mais comuns do seu público e pense nas dicas mais úteis para ajudar. Esse tipo de conteúdo costuma gerar mais tráfego orgânico e também estimula as pessoas a clicarem nos botões de compartilhamento.

Conteúdo compartilhável promete recompensas

Marketing depende muito de incentivos. Quando as pessoas vão ler alguma coisa eles se perguntam “O que vou ganhar com isso?”. A teoria dos incentivos diz que as ações das pessoas são baseadas em recompensas.

Se você quer que as pessoas compartilhem seus conteúdos, você deve oferecer algo em retorno. Descontos ou e-books gratuitos são sempre um bom incentivo. Você também deve oferecer a quem compartilhar acesso a conteúdos exclusivos que não estão disponíveis para qualquer pessoa.

Conteúdo compartilhável reforça causas e crenças

Quando as pessoas compartilham conteúdos em seus perfis de mídias sociais, elas tendem a escolher coisas que as definem como indivíduos. Elas querem mostrar quem são e no que acreditam. Quando apoiam causas, compartilham conteúdo que reafirma seus pontos de vista.

Se você quer aumentar seus compartilhamentos, tente entender no que a sua audiência acredita e depois crie conteúdo que se alinha com a personalidade de seus leitores.

Se, por exemplo, seus leitores são em geral rockeiros apaixonados, pense em criar uma pesquisa sobre como ouvir rock deixa as pessoas mais inteligentes e atentas a detalhes. [Webinsider]

. . . .

Os ingredientes de um bom conteúdo para mídias sociais

Contrate o Webinsider para melhorar o blog da empresa

Os atributos de uma marca engajadora

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *