Mesmo rendendo menos, poupança é importante

Nova Escola de Marketing
09 de setembro de 2017

Poupança rendendo menos: mesmo com as mudanças decorrentes da queda da Selic, é preciso cautela e muita análise para mexer nos investimentos.

Poupança e SelicCom a queda da Selic para 8,25% ao ano, a poupança rende menos: 5,77% (equivalente a 70% da Selic) mais a Taxa Referencial.

Ainda assim, é um investimento competitivo, já que é isento de Imposto de Renda e taxas de administração, tem risco zero e liquidez.

Com a Selic a menos de 8,5% ao ano, o cálculo da rentabilidade da poupança muda justamente para que ela renda menos do que outros títulos, como o Tesouro Direto.

Assim ela se mantém como um dos fundos mais populares do Brasil, preservando seu conservadorismo – que é atrelado a baixa rentabilidade.

Vantagens da poupança

Mesmo com as mudanças decorrentes da queda da Selic, é preciso cautela e muita análise para mexer nos investimentos. Na verdade, este não é motivo suficiente para deixar de investir na poupança, já que ela tem determinadas vantagens que outros ativos não têm, especialmente a isenção de taxas e boa liquidez.

Vários fatores devem ser avaliados, partindo do seguinte pressuposto: para que estou poupando dinheiro? Qual é o objetivo de poupar esta quantia? Qual ou quais sonhos pretendo realizar?

Ao responder tais perguntas, você entenderá que o melhor investimento é o que melhor se adequa ao prazo de realização do sonho. Afinal, se tiver um sonho de longo prazo (a ser realizado daqui há dez anos ou mais), definitivamente há investimentos mais vantajosos que a poupança.

Agora, se for um sonho de curtíssimo prazo (conquistado em menos de seis meses, por exemplo), a poupança pode ser interessante.

Ao escolher investimentos que não condizem com o prazo de realização dos sonhos, você pode até mesmo ter prejuízos na hora do resgate. Por isso é importante decidir com cautela.

Reserva para imprevistos

A poupança é particularmente indicada para manter uma reserva financeira para imprevistos, afinal não se sabe quando precisará do valor. Poder contar com a sua liquidez é uma segurança a mais para o investidor de que não perderá dinheiro com taxas no resgate [Webinsider]

. . . . . .

LCI e LCA: investimentos para sonhos de longo prazo

Como fica a poupança com a Selic em queda?

Invista em marketing de forma adequada

Dieta financeira: conquiste 120 mil em 10 anos

Tenha 360% sobre a sua renda em um ano

Tesouro Direto: é preciso analisar os prós e contras

Como começar a investir na Bolsa

. . . . . .

Leia também:

Investir na carreira traz retorno a médio prazo

Quando é indicado investir em CDB e RDB?

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *