pôquer

Geraldo Seabra em 24 de setembro de 2013

Sobre jogos, pôquer e a volta do Fenômeno

Empresas viram o potencial de se usar “celebridades” para promover jogos, mesmo os de azar. Isso é nocivo ou negócios são apenas negócios?