A união faz a força, mas, como já dizia Henry Ford, “reunir-se é um começo, manter juntos é o progresso; trabalhar juntos é o sucesso”. Ou seja, a colaboração no trabalho é decisiva para impulsionar os resultados de uma organização.

Colaboração no trabalho

Algumas pesquisas mostram que, na área de TI, apenas 29% de todos os projetos são considerados bem-sucedidos. Embora existam várias causas para esse péssimo desempenho, mais de 30% desses projetos falham devido à falta de colaboração no trabalho, envolvendo toda a equipe.

Essa realidade não é exclusividade do segmento de TI. Vários especialistas alertam para a necessidade do trabalho colaborativo como força decisiva para o sucesso de qualquer empreendimento.

As razões para você investir em uma equipe colaborativa

Colaboração no trabalho

A colaboração no trabalho tem outros benefícios relevantes para a organização. Entre eles, a agilidade na resolução de problemas. Afinal, como diz o velho e sábio ditado popular, “duas cabeças pensam melhor do que uma”.

Quando os funcionários trabalham juntos, eles somam os talentos, experiências, criatividade e energia… e também compartilham processos e infraestrutura. Nesse caso, o resultado vai direto para as planilhas, em forma de números.

E tem mais: quando existe colaboração no trabalho, as pessoas se completam. As diferenças geram força, a equipe ganha energia e cada pessoa acrescenta mais conhecimento para si mesma.

Ou seja, a colaboração no trabalho transforma a empresa em um local de aprendizado constante e crescimento pessoal e profissional.

Como incentivar a colaboração no trabalho

Ninguém duvida da importância de uma cultura colaborativa para impulsionar o negócio. A questão agora é como fazer os funcionários se ajudarem, de forma realmente produtiva.

Nós selecionamos algumas dicas valiosas. Vale a pena ler e colocar a mão na massa pra fazer a coisa acontecer em sua empresa. Vamos lá:

Tenha uma boa causa

As pessoas somente vão se juntar em torno de uma causa se ela for clara, atraente e convincente. E tem que empolgar. Assim fica mais fácil inspirar e motivar a equipe a participar das conquistas da empresa. Se você não fizer isso, não conseguirá a união do grupo e nem a colaboração no trabalho.

Seja transparente

Essa transparência deve ocorrer em todos os níveis hierárquicos da organização, inclusive, dentro de uma equipe. Isso trará ganhos significativos de comunicação, eliminando barreiras e promovendo o maior engajamento das pessoas.

Tenha metas para a equipe

Colaboração no trabalho

Quando os funcionários sabem claramente para onde estão caminhando, qual é o percurso, as ferramentas necessárias e o prazo para se completar a travessia, o fluxo segue normalmente. A ideia é criar metas mensuráveis a cada trimestre para dar à equipe vitórias palpáveis. Especialistas garantem que essas vitórias têm poder de derrubar barreiras e criar um clima de satisfação pessoal e coletiva.

Defina papéis responsabilidades

Colaboração no trabalho

Cada funcionário deve ter o seu papel específico, vinculado ao plano geral da equipe, além de responsabilidades individuais. Tudo isso precisa ser comunicado de maneira clara e cabe ao gestor assegura-se de que não existem dúvidas sobre o assunto. Sabendo exatamente o que a empresa espera dele, o funcionário será mais eficaz nas suas atividades, sem passar por cima do colega ou criar desentendimentos. Afinal, a ideia é trabalhar junto e não sair atropelando todo mundo pela frente.

Foque nos pontos fortes das pessoas

Todas as pessoas têm os seus pontos forte e aqueles que precisam ser evoluídos. Foque no positivo e não nas fraquezas. Promova algumas atividades que ajudam os funcionários desenvolverem o autoconhecimento. Isso permite ao gestor distribuir as atividades de forma a aproveitar o máximo do talento e força individuais em prol da equipe.

Apoie a criatividade

Colaboração no trabalho

Os funcionários devem ser preparados para acreditar no potencial individual e coletivo para enfrentar problemas e encontrar soluções. O sentimento de “eu posso fazer” precisa ser incorporado pela equipe e isso a motiva a ampliar o pensamento e buscar por novas ideias, a fim de superar os obstáculos e fazer a empresa avançar. Mas o funcionário precisa de fato ter liberdade e espaço para criar e inovar, sem medo de ser punido, se as coisas não saírem exatamente como se esperava.

Proporcione ambientes integrados

A colaboração no trabalho acontece de forma mais espontânea e objetiva em ambientes que favorecem a integração das pessoas. Algumas empresas investem em layouts, por exemplo. Outras apostam também em eventos, fóruns e reuniões que conectam os  diversos profissionais. O importante é que eles tenham espaço para troca de experiências, conhecimentos e, também, que possam se ajudar.

Ouça

Colaboração no trabalho

Esteja preparado para ouvir a sua equipe. Quando alguém tiver aquela “ideia brilhante”, preste atenção. Mostre que você realmente se interessa em saber e entender o que está sendo apresentado.

Honre as promessas

O exemplo vem das lideranças, mas a equipe inteira deve trabalhar para cumprir todos os compromissos assumidos com os clientes. Ou seja, prometeu, cumpra. Isso deve ser sagrado. Assim, as pessoas trabalharão com o espírito de que o cliente pode contar com elas e confiar no que for acertado. O resultado é um maior engajamento entre as pessoas e alto nível de responsabilidade com as metas. A empresa só tem a ganhar.

Reconheça, recompense e celebre

Quando a colaboração no trabalho gera resultados positivos, a empresa deve compartilhar a boa notícia com os demais funcionários – ou até mesmo com clientes, fornecedores e comunidade. Isso pode ser feito em reunião das equipes, informativos, relatórios, enfim, existe uma série de opções. Essa é uma ação que privilegia o trabalho coletivo. As recompensas podem vir de várias maneiras também, uma delas, seria o bônus. Se o desempenho foi algo extremamente grande, pode-se pensar, inclusive, em viagens. Use a criatividade.

Juntos, do lado de fora também

Colaboração no trabalho

As lideranças devem estimular a socialização da equipe não apenas durante o trabalho, mas do lado de fora da empresa também. Isso deve acontecer por meio de encontros descontraídos, para relaxamento e diversão do grupo.

Uma boa dica é envolver os familiares, sempre que possível, permitindo que eles se conheçam e interajam. Esses encontros informais extra-empresa expandem os canais de comunicação, promovem mais confiança, compreensão e entendimento mútuos, contribuem para quebrar pré-julgamentos, enfim, aproximam as pessoas.

Em sua empresa, existe colaboração no trabalho ou é cada um por si? Compartilhe conosco a sua experiência!

 

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+