A maior plataforma de divulgação de vídeos do mundo, o Youtube, ajudou a desenvolver um novo ramo de entretenimento online. E monetizar vídeos foi o que deu vida a este novo mercado.

O grande ponto de virada deste mercado ocorreu em 2006. Quando o Google adquiriu o Youtube, por 1,5 bilhões de dólares. Até aquele momento, o consumo de vídeos pela internet era muito restrito. Os vídeos vinham, basicamente, das grandes corporações de mídia tradicional, que disponibilizavam o conteúdo que produziam ao público.

A mudança que o Youtube promoveu foi a de tornar possível a produção e divulgação de conteúdo. Isto por aqueles que não tinham acesso aos meios de comunicação tradicionais.

Seja para artistas que divulgam sua produção musical, sem a necessidade de passarem por uma grande gravadora. A até formadores de opinião, que não mais dependem das linhas editoriais das grandes mídias. O Youtube significou a oportunidade de mudança do mercado.

E o que possibilitou esta mudança foi a prática adotada de monetização dos vídeos. No entanto, muita gente ainda não sabe como fazer para que seu conteúdo em vídeo seja rentável. E como ganhar dinheiro com o Youtube.

Se você está nesta situação, este artigo vai te ajudar muito. Nele, vamos explicar como monetizar um vídeo no Youtube, além de dicas para aumentar o potencial da rentabilidade. Confira!

Como monetizar um vídeo no Youtube

Para monetizar um vídeo no Youtube, é preciso autorizar que a plataforma possa inserir anúncios nos conteúdos pulicados por seu canal.

Estes anúncios podem ser em forma de mensagens que se sobrepõe ao vídeo, enquanto ele é executado. Ou antes do início da execução do vídeo (os famosos 5 segundos que irritam muita gente).

Existem ainda os anúncios que podem ser exibidos durante a execução do vídeo. Ou em uma interrupção durante a execução, que lembra muito a dos intervalos comerciais da televisão e do rádio.

Os anúncios são gerenciados pela plataforma de marketing do Google, o AdSense. Que gerencia anúncios para o Youtube, Google + e para o buscador do Google.

Fica a recomendação deste artigo do Espaço Blog, que orienta, em poucos passos, como fazer a ativação dos vídeos de seu canal no Youtube. São etapas simples. Todas elas são realizadas na própria plataforma e permitem a geração de receita imediatamente após a publicação do vídeo.

Vale lembrar que a autorização para monetização deve ser realizada para cada vídeo. E que o Youtube possui regras sobre quais conteúdos são elegíveis para geração de receita.

Veja a lista de requisitos para monetizar vídeos no Youtube abaixo:

  1. O canal no qual o vídeo será divulgado deve ter ao menos 4 mil horas de exibição, no último ano. Além de mil inscritos, para poder se habilitar para a monetização de vídeos. Esta medida foi adotada para limitar a monetização de vídeos de canais novos. Estes que, por vezes, fugiam das regras de Direitos Autorais e lucravam com o conteúdo. Isso antes de serem expulsos da plataforma.

Outra questão é que o Youtube, com esta barreira, conseguiu limitar a “divisão do bolo” das receitas de marketing para os canais. Situação da qual falaremos um pouco mais, anda neste artigo.

  1. O Youtube ainda restringe a monetização de vídeos que fujam daquilo que a plataforma considera como “adequado para a maioria dos anunciantes”. Conteúdos que contenham assuntos polêmicos e delicados, falem de drogas ou substâncias perigosas, comportamento perigoso ou nocivo, incitem o ódio e a violência, e tratem de assuntos com conotação sexual terão dificuldades de se enquadrarem na política de patrocínio do Youtube.

Isso não significa impedimento à criação de conteúdos com estas temática. Porém, o número de patrocinadores que o vídeo poderá ter é bem mais limitado. O que compromete a rentabilidade potencial que o vídeo tem. Para ver todos os detalhes desta política de “conteúdo adequado para publicidade” do Youtube acesse a página de ajuda da plataforma.

  1. Além disso, vídeos que utilizem músicas ou pedaços de vídeos de terceiros, sem a devida autorização ou cumprimento das regras de Direitos Autorais, também não são elegíveis para a monetização no Youtube. Saiba mais sobre estas regras acessando a página de suporte do Youtube.

Como funciona a monetização de vídeos no Youtube

No modelo tradicional de monetização do Youtube, o ganho vem a partir do número de cliques e visualizações que o vídeo tem. Um modelo muito semelhante ao de anúncios de AdSense nos sites.

No entanto, para conseguir mais visualizações e, consequentemente maior receita com anúncios, muitos criadores de conteúdo apostam em vídeos com temas apelativos. Porém, como vimos acima, as regras do Youtube tendem a limitar, pouco a pouco, a monetização destes vídeos.

Essa mudança ocorreu após a saída, em 2017, de muitas grandes empresas que anunciavam na plataforma. O motivo de tal retirada foi a constatação de que muitas marcas estavam tendo seus anúncios vinculados a conteúdos extremistas e com mensagens disseminadoras de discursos de ódio.

Após este incidente, o Youtube mudou muitas de suas regras para conteúdos elegíveis à monetização.

A “bolha de Youtubers”

Outro fator que motivou a revisão das regras de conteúdo elegível à monetização do Youtube, foi o aumento de canais e geradores de conteúdo na plataforma.

Se por um lado isso aumenta a oferta e as opções de conteúdo na plataforma, por outro, pulveriza ainda mais a audiência dos canais e dos vídeos. Hoje em dia, não é raro que tenhamos um número alto de canais sobre os mesmos temas.

Isso, para os grandes canais, que investem muito na qualidade do conteúdo que disponibilizam, foi um choque e tanto na receita que tinham da plataforma. Indiretamente, isto acabou por incentivar a produção de conteúdos semelhantes e cada vez com menor qualidade de produção. Algo prejudicial à plataforma.

Por isso, para evitar com que a “divisão do belo” também significasse redução da qualidade geral do conteúdo da plataforma, foram instaurados os limites mínimos para um canal ser elegível à monetização. Como citamos acima. Limitações estas, que tendem a aumentar ainda mais nos próximos anos.

como ganhar dinheiro com youtube

Outras formas de monetizar um vídeo no Youtube

Além da monetização tradicional por AdSense, existem outras formas de ganhar dinheiro com o Youtube. Por exemplo, se a sua empresa vende um produto ou serviço, o Youtube é uma ótima ferramenta para aumentar as conversões em vendas.

Seja com vídeos que ensinam o cliente a utilizar o produto, ou com conteúdo que mostre as diferentes utilidades dele. Os vídeos podem ser um auxiliar muito valioso na hora de criar conteúdo que engaje seu cliente e diferencie o seu produto daquele que é oferecido pela concorrência.

A monetização neste caso, não é pelo número de visualizações, mas sim pelos clientes que tomarem a decisão de compra a partir do conteúdo disponibilizado.

A maior plataforma de divulgação e consumo de conteúdos em vídeo do mundo é um mar repleto de opções pra quem aprender algo novo, ouvir uma boa música ou mesmo se divertir um pouco. E esta oferta de opções somente é possível por conta da monetização de vídeos.

Restou alguma dúvida ou tem algum comentário sobre este artigo? Deixe registrada nos comentários abaixo. Compartilhe conosco as suas opiniões, dúvidas e comentários sobre o tema. Até a próxima!

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+