O que motiva os funcionários no trabalho? O reconhecimento, recompensas e o senso de concorrência são motivadores fortes. Por isso, utilizar a gamificação nas empresas é uma ótima forma de aumentar a produtividade coletiva no local de trabalho.

O motivo da gamificação ser tão efetiva? A nossa geração Y e os grandes avanços tecnológicos estão conduzindo um movimento para tornar o ambiente de trabalho um local mais divertido.

A geração anterior entende que trabalhos devem ser realizados apenas por dinheiro, e empresas que ainda pensam assim estão ficando para trás. Ainda assim, muitas não entendem o porquê de pagar funcionários para se divertirem e se recusam a apostar na gamificação.

Porque a gamificação nas empresas funciona?

De acordo com o autor do livro Gamification by Design, Gabe Zichermann, gamificação é 75% de psicologia e 25% de tecnologia. O propósito da gamificação nas empresas é integrar a mecânica do jogo para motivar participação, engajamento e lealdade.

É uma técnica baseada em dados que os designers de jogos usam para envolver os jogadores, e é aplicado dentro do local de trabalho para envolver os funcionários e motivar em ações que agregam valor ao seu negócio.

Envolve principalmente psicologia. O funcionário executa uma ação e recebe uma recompensa por isto. Essa recompensa desencadeia no cérebro a liberação da dopamina, neurotransmissor responsável pelo bom humor.

Assim, quando o funcionário executar novamente uma ação, ele se sentirá motivado, em busca da recompensa. É a mesma razão pelo qual muitos de nós tomamos café ou ficamos viciados em Candy Crush.

Aumentar a dopamina no cérebro de seus funcionários tem outros benefícios adicionais. Esse neurotransmissor ajuda a mantê-los alertas na tarefa a ser executada.

Além disso, a dopamina afeta diretamente a motivação, memória, comportamento, conhecimento, atenção, aprendizagem e o sono. Ao adotar a gamificação na sua empresa, você não só estará pensando no bem-estar dos funcionários, estará também melhorando a capacidade deles de fazer o trabalho.

gamificação nas empresas 1

Porque as empresas falham na estratégia de gamificação

Apesar da sua eficiência, a gamificação deve ser feita de forma correta. Todo empregador quer ter funcionários felizes e envolvidos, afinal, isso faz com que clientes sejam tratados melhor e a produtividade é maior quando a equipe gosta do trabalho.

No entanto, gamificação nas empresas não é um jogo de entretenimento. Games no local de trabalho não são uma cura milagrosa para a baixa moral ou produtividade. A questão pode ser cultural.

Quando as empresas têm culturas e práticas negativas, impedem que os funcionários trabalhem de forma mais eficiente. Líderes de equipe negligentes também tem impacto negativo sobre a produtividade coletiva.

Ou até mesmo um colega de trabalho não está de acordo com o espirito da equipe e do trabalho. No entanto, o uso da gamificação pode e tem um impacto positivo nos desafios diários do local de trabalho quando projetados e implementados com sucesso.

Se os projetos de gamificação nas empresas falham, muitas vezes é resultado de um mau planejamento ou de execução.

Como garantir que a gamificação seja bem-sucedida?

Existem diversos exemplos de gamificação nas empresas bem-sucedidas. A empresa SAP, uma gigante da tecnologia empresarial, encontrou nessa estratégia a maneira certa de motivar e garantir que a sua equipe de vendas esteja preparada para reuniões de vendas com potenciais clientes.

Para isso, eles criaram um aplicativo de jogos, o Roadwarrior. Dentro do aplicativo, eles usam exemplos e dados reais para os representantes de vendas da SAP simularem reuniões com clientes e ver quais são as perspectivas de vendas.

Dentro do jogo, os vendedores que respondiam as perguntas com sucesso podem ganhar distintivos, competir para conquistar a liderença virtual e desbloquear níveis mais altos dentro do jogo.

Além do treinamento, o jogo serve um proposito real. Fornece também uma área de testes para dados sobre as necessidades de um cliente, tornando mais fácil de responder as perguntas e fechar negócios quando estiverem trabalhando.

Ao criar o jogo, a SAP viu o que realmente sua equipe de vendas precisava, criando uma solução para se enquadrar dentro dessas necessidades e garantir que eles realmente estavam sendo beneficiados.

Outra empresa que adotou a gamificação foi a LiveOps, empresa especializada em call center com base na nuvem. Como praticamente todas empresas do setor, a empresa enfrentava alta rotatividade e baixa produtividade.

Assim, eles adotaram uma estratégia de uma aplicação em que os funcionários tinham recompensas quando completavam um treinamento extra, atingiam o tempo de chamada e tinham KPI’s (Key Perfomance Indicator) de qualidade.

Como resultado, a satisfação dos clientes da LiveOps subiu em 93% e a produtividade geral dos cresceu 23%.

Uma estratégia personalizada e eficaz de gamificação. E o que tornou isso possível? O uso da tecnologia. E isso mostra que sem investir em softwares adaptados as reais experiências da sua equipe, a gamificação não terá o real impacto necessário.

gamificação nas empresas 2

Defina seus objetivos e aprenda a compreender os resultados

Para implementar a gamificação nas empresas, é necessário definir quais são os objetivos que devem ser alcançados. Assim, trabalhe para identificar quais as etapas são necessárias para alcançá-las.

Agora, o que você espera que a sua equipe consiga com a gamificação. O que eles devem fazer para obter as recompensas? Eles estão conectados, de forma inteligente, com os objetivos da empresa?

Classificações e recompensas são indispensáveis ​​em qualquer ambiente em que os funcionários sejam competitivos, bem como inúmeras outras opções. Selecione estratégias e elementos de apostas que irão apelar diretamente para sua equipe e incentivá-los ao trabalhar.

O loop de compulsão por recompensas faz com que as pessoas busquem que a dopamina aumenta de forma autônoma. As recompensas que as pessoas conseguem para atingir os objetivos do jogo tornam as atividades mais valiosas.

A produtividade dos funcionários é o que mantém as rodas de uma empresa girando. Pode parecer complicado desenvolver estes programas com regularidade, mas tornar o trabalho agradável e reconhecer os colaboradores pelo seu esforço é muito valioso.

Adotar a gamificação nas empresas pode gerar custos adicionais, mas o retorno em vendas será muito maior.

E você, já adotou a gamificação na sua empresa? Conte para nós sua experiência e quais resultados obteve com essa estratégia.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+