Estudo de caso: inbound marketing na gráfica eskenaziNo ano passado escrevi aqui no Webinsider um primeiro texto bem resumido sobre marketing digital para startups.

O texto oferecia uma introdução e dicas básicas sobre como começar, para ajudar quem estivesse em um projeto de startup e em dificuldades para organizar ideias, estratégias e ações de marketing.

Hoje vamos dar continuidade ao texto, mesmo depois de tanto tempo, apresentando um estudo de caso sobre marketing digital desenvolvido em uma gráfica.

Trata-se de uma gráfica online, a Loja Gráfica Eskenazi. A empresa já atua há quase 60 anos com impressão offset tradicional e em 2013 resolveu desenvolver uma nova unidade de negócios com atendimento online.

O objetivo desta nova divisão era oferecer serviços de impressão offset com a mesma qualidade, mas de forma padronizada, de modo a alcançar preço competitivo para atender no segmento de varejo online, com tiragens pequenas e médias.

Como começou

O primeiro ano de operação, 2013, foi o início. Mostrou erros e acertos e definiu os públicos alvo.

2014 foi de mais planejamento e mudanças de time. Basicamente foi um ano de coleta de informações muito preciosas que ajudaram a definir um novo planejamento estratégico.

Sim, porque em dezembro de 2014 a empresa “pivotou” (mudou o rumo). Em janeiro de 2015 foi lançada uma nova versão de site, com nova proposta de valor para um novo público alvo.

O objetivo então era lançar uma nova marca no mercado e direcionar a comunicação para um novo cliente. Não foi uma decisão fácil, mas a equipe de marketing apresentou outros cases de “Pivotar” e realmente se vê hoje que foi uma boa decisão.

De janeiro a março de 2015 – pivotar o público alvo

Nos três primeiros meses foi lançado o novo “MVP” (de Minimum Viable Product).

Um plano de mídia inicial para os três primeiros meses tinha como principal objetivo lançar a nova marca. Desta forma, concentrou-se na divulgação de forma mais forte em mídia online tradicional com banners em sites segmentados, posts patrocinados e campanhas de links patrocinados (rede de busca, remarketing e rede de display).

Ou seja, ações que ajudaram a posicionar a nova marca no mercado e também a gerar tráfego e algumas vendas para o site.

Abril a junho – muito trabalho com o inbound marketing

Os três meses seguintes foram específicos para trabalhar o aumento de tráfego com o menor custo possível. Começaram a usar algumas estratégias e ações de inbound marketing com a definição de “personas”.

Caso você não esteja familiarizado com a metodologia inbound marketing, recomendo vários artigos que sem sombra de dúvida vão ajudar você a entender o que é e como o inbound marketing pode ajudar a sua empresa.

Em maio a Loja Gráfica Eskenazi lançou dois e-books, um deles com dicas para quem deseja fazer um cartão de visita e outro e-book com informações sobre fechamento de arquivo.

O objetivo era aumentar a nossa base de leads, um dos fundamentos do inbound marketing.

Além de lançar dois e-books direcionados para os “buyer personas”, outra ação importante foi a de oferecer um kit de amostras gratuito.

O objetivo no momento era levar até as mãos dos clientes em potencial uma prova de que a empresa consegue imprimir materiais gráficos de ótima qualidade e entregar nos prazos estipulados.

Gerar “leads” é muito importante, porém mais ainda é fazer a nutrição dos leads que você já tem. Ou seja, novas ações de e-mail marketing começam a surgir para garantir que os leads da base recebam conteúdo relevante.

Muita informação: dicas de como fechar o arquivo, o uso correto de fontes, a aplicação de da sangria entre outros temas da pré impressão eram as pautas dos informativos por e-mail.

Foco em conteúdo útil, sem ênfase no “compre agora”. A empresa entendia que quem compra serviço gráfico, não compra por impulso. Ou o cliente precisa de cartões de visita ou então ele não compra.

Julho a setembro – mais intensidade no inbound marketing

Além das atividades relacionadas ao inbound marketing, a Eskenazi entendeu que era importante oferecer mais produtos e variedades de especificações em cada produto.

No início do ano de 2015 o site ganhou uma nova versão, com apenas quatro tipos de papel e acabamento específicos de flyers. No total eram onze ou doze produtos oferecidos ao mercado.

De julho a setembro o número de produtos dobrou e a lista de papeis também. Todo o conhecimento adquirido em SEO e social media nos meses anteriores foi aplicado para os novos produtos.

Estudo de caso Eskenazi: landing page da gráfica online para cartões de visitaEm menos de dois meses já era possível ver as novas landing pages específicas para as ações de SEO aparecendo nas três primeiras posições dos buscadores e o tráfego por busca orgânica começou a subir muito também.

Se de abril a junho a empresa trabalhou para aumentar a atração de potenciais clientes para o site e convertê-los em leads, de julho a setembro o trabalho ficou focado em melhorar as etapas que ajudariam a vender.

Ou seja, gerar mais conversões e também encantar os clientes com o pré atendimento, produção e pós atendimento, um diferencial importantíssimo comparado a concorrentes no mercado.

Outubro a dezembro – profissionalizar o inbound

Foi a reta final do primeiro ano, com a decisão de profissionalizar as ações de inbound.

Neste período, a verba de investimento em Google AdWords foi reduzida e deu para ver na prática como o inbound marketing ajuda. Um novo visual para o blog da Loja Gráfica Eskenazi foi criado e novas promoções lançadas com o objetivo de aumentar o número de leads, já em bases organizadas em segmentos diferentes.

Mesmo reduzindo o investimento em Google AdWords, o tráfego não teve uma queda tão significante.

Os resultados alcançados em 2015

Em resumo até aqui, a Loja Gráfica Eskenazi percebeu que não há futuro sem inbound marketing e hoje usa quase que 70% do trabalho na melhoria e utilização de boas práticas de marketing – e isso traz resultado. [Webinsider]

https://webinsider.com.br/2015/03/30/a-grafica-online-que-se-tornou-referencia-em-tres-meses/

https://webinsider.com.br/2016/02/16/criar-buyer-personas/

https://webinsider.com.br/2015/01/27/inbound-marketing-ebook-gratuito-em-parceria-com-endeavor-e-rock-content/

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+

  1. fujitsu

    Na verdade um dos grandes desafios de quem presta consultoria , ou tme a conta de uma empresa mais antiga em sua agencia, é mostrar para os donos/gerentes, o verdadeiro poder do inbound, mesmo com numeros, dados e fatos, alguns ainda sao bem resistentes, infelizmente. Excelente artigo, parabens!