Inteligência artificial para advogadosAs atividades repetitivas estão com os dias contatos: um em cada três empregos será substituído por softwares e robôs até 2025.

A inteligência artificial deve assumir a execução de atividades repetitivas, deixando para os humanos apenas as atividades mais intelectuais e menos processuais.

Ficou curioso? Gostaria de saber como essa crescente realidade pode impactar nas atividades de um escritório de advocacia?

Primeiro é importante falar sobre alguns conceitos de inteligência artificial e o que as soluções jurídicas estão criando para melhorar o dia a dia dos advogados.

O que é inteligência artificial?

Em 1955, a inteligência artificial (IA) foi definida como a ciência de desenvolver máquinas inteligentes. Com o passar do tempo esse conceito foi aprimorado, criando novas definições sobre o assunto.

A inteligência artificial pode ser melhor definida como o ramo da ciência da computação que estuda o comportamento inteligente, como fazer os computadores realizarem atividades que, até então, humanos fazem melhor. Entretanto, o ganho está na automatização e sistematização trazida pela IA.

Alguns dos ramos de estudo em inteligência artificial são machine learning (aprendizado de máquina), processamento de linguagem natural e robótica.

O ramo de machine learning se preocupa em como ensinar as máquinas a aprender. Uma das abordagens de ensino de máquinas é através de exemplos e regras. Outra abordagem que se destaca é o deep learning, que se baseia em redes neurais artificiais. Nela as máquinas aprendem de forma semelhante a uma pessoa, ou seja, de forma autônoma.

Inteligência artificial nas soluções para advogados

Atualmente os softwares jurídicos priorizam a gestão de processos, a organização de atividades e o financeiro. No geral, carecem de soluções que possibilitem aos advogados economizarem tempo na execução de atividades cotidianas e repetitivas que podem ser automatizadas.

Em um futuro não tão distante, adotando a inteligência artificial, as atividades repetitivas serão automatizadas, liberando tempo aos advogados. Com um maior tempo disponível, poderão dedicar-se ao contato com clientes, elaboração de novas estratégias e atividades intelectuais – tudo o que não pode ser automatizado, dependendo da capacidade humana de construção de argumentos.

Grandes nomes da inteligência artificial concordam: os advogados são o próximo alvo da inteligência artificial na execução de atividades repetitivas. Pensando em melhorar a vida dos advogados, o SAJ ADV, software jurídico desenvolvido pela Softplan, deu o primeiro passo em direção ao uso de inteligência artificial na advocacia. O objetivo é facilitar o dia a dia e otimizar o tempo de trabalho utilizando conceitos relacionados ao machine learning e deep learning.

A primeira atividade a ser automatizada com a inteligência artificial é a leitura de intimações e distribuição de prazos. Em média um advogado investe cerca de 3 minutos lendo uma intimação e decidindo qual ação tomar.

Uma tarefa repetitiva e morosa para quem recebe muitas intimações. Em um escritório que recebe aproximadamente 20 intimações por dia, advogados poderão economizar até uma hora diária de trabalho.

Sugestão de tarefas para intimações no SAJ ADV – Software Jurídico

Como funciona

De acordo com o texto da intimação, previamente capturada dos diários oficiais, e histórico de tarefas criadas a partir das intimações, o SAJ ADV aprende quais atividades devem ser sugeridas. As sugestões com maiores probabilidades são exibidas logo abaixo do texto da intimação.

Ao clicar no nome da tarefa sugerida, o advogado será direcionado à tela de confirmação da criação da tarefa, economizando e otimizando o tempo de análise e lançamento de dados. Quanto mais tarefas o advogado criar, maior será a assertividade do sistema.

Com o tempo o software passa a sugerir as atividades de acordo com as características de cada cliente, se adaptando à forma de trabalho de cada escritório. E também aprende com o feedback negativo, ou seja, o advogado pode informar as sugestões incorretas e ensinar o sistema a não sugerir tarefas erroneamente. [Webinsider]

. . .

Alexa e Google: suas novas atendentes de telemarketing

Como aplicar SEO local para destacar empresas nas buscas por região

Atendimento pelo WhatsApp adotado por grandes empresas

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+