Seu iPhone molhou? Caiu na água, na piscina ou no mar? Derrubou cerveja nele? O primeiro passo é ficar calmo! Vamos te mostrar o que você deve fazer quando o seu celular molhar!

 

iPhone molhou: e agora, o que fazer?

Se você veio até aqui procurando o que fazer com o seu iPhone molhado, você está no lugar certo! Vamos te explicar o que fazer com o seu celular quando ele molha, seja com suor, água do mar, piscina, privada e até cerveja!

Existem vários procedimentos possíveis para minimizar os danos causados pelos líquidos nos iPhones. Abaixo, o passo-a-passo mais utilizado por quem sofre este tipo de acidente e quer manter o seu celular funcionando:

Passo 1: Desligar o iPhone imediatamente

Para minimizar a corrente elétrica interna do aparelho, é muito importante desligá-lo e não tentar iniciar o aparelho por algumas horas, até que a água seja enxugada e os danos sejam reduzidos. Portanto, tente desligar o aparelho normalmente, pelos métodos tradicionais. Abaixo, explicamos como desligar cada tipo de iPhone:

iPhones 2G, 3G, 3GS, 4, 4S, 5, 5S e SE

Para os iPhones que vão da primeira geração até o SE, aperte o botão Power, localizado na parte superior do aparelho, por cerca de 5 segundos. Isso vai iniciar o desligamento do aparelho, bastando deslizar o botão de “Deslize para Desligar” para a direita. Com esse procedimento feito, o aparelho deve desligar em alguns segundos.

iPhones 6, 6 Plus, 6S, 6S Plus, 7, 7 Plus, 8, 8 Plus e X (ou 10)

Para os iPhones de gerações mais recentes, o procedimento é semelhante, bastando pressionar o botão Power, que agora é localizado na lateral direita do aparelho. Isso vai iniciar o procedimento de desligar o aparelho, bastando deslizar o botão que aparecerá na tela.

Caso você não consiga desligar o aparelho normalmente, seque a tela com um pano ou toalha e tente novamente. A água pode interferir na capacidade de touch-screen da tela do iPhone.

Passo 2: Secar com uma toalha

O segundo passo é secar o exterior do aparelho com uma toalha ou algo que absorva bem qualquer tipo de líquidos. Isso é importante para evitar que mais água entre no aparelho e danifique ainda mais os circuitos elétricos. Lembre-se de secar bem as entradas de fone de ouvido, os auto-falantes e também a entrada do carregador, que pode ser do modelo 30-pinos ou Lightning, dependendo da geração do aparelho.

Passo 3: Arroz cru

Colocar o iPhone no arroz é uma boa estratégia para quem deixou o celular cair na água.

Uma técnica muito conhecida por quem já molhou algum aparelho eletrônico é colocá-lo em uma bacia de arroz cru. O arroz absorve a umidade e, por si só, costuma devolver os aparelhos molhados à vida. Porém, deve-se tomar cuidado para que o pó de arroz não contamine as entradas do iPhone, para evitar complicações futuras.

Uma dica é peneirar o arroz para remover qualquer impureza ou cobrir gentilmente o celular com o arroz cru. Jamais sacuda ou chacoalhe a bacia de arroz com o iPhone dentro, pois isso pode danificar ainda mais o aparelho.

O iPhone deve ser mantido no arroz cru por cerca de 24 horas, em condições climáticas normais. Em tempos úmidos, recomendamos deixar mais tempo para que a água dentro do aparelho seja absorvida pelo arroz por completo. Se for um período chuvoso, podem ser necessárias até 72 horas para que o processo seja concluído.

Lembrando que o arroz cru não é garantia de que o iPhone vá funcionar novamente. Ele é apenas uma solução caseira para quem não quer se dar por vencido e aceitar que o seu iPhone estragou para sempre.

Passo 4: Assistência técnica

A Apple não cobre em garantia os aparelhos danificados pela água. Portanto, o ideal é que você vá até uma Assistência Técnica autorizada, caso a sua cidade não tenha uma loja oficial da Apple ainda. Lá, eles podem te dar um orçamento para o conserto do seu aparelho molhado, ou te instruir sobre a melhor forma de solucionar o seu problema.

O iPhone é à prova d’água?

A Apple nunca disse ter feito um iPhone à prova d’água. Nas gerações anteriores, isso é verdade: Os iPhones sempre foram muito danificados por água e outros líquidos.

Porém na geração que partiu do iPhone 7 (e seguiu para os iPhones 8 e X), a Apple divulga o iPhone com Resistência IP67.

A sigla IP67 significa Ingress Protection, e quer dizer que o aparelho é capaz de proteger suas entradas contra a invasão de pequenas partículas de sujeira e de água. A nota do iPhone é de 6 (nota máxima) na resistência contra poeira e 7 na resistência contra água.

Isso quer dizer que o aparelho suporta ser imerso em até um metro de profundidade durante 30 minutos sem maiores danos. Qualquer outra profundidade pode trazer problemas ao aparelho.

Garantia não cobre iPhones molhados

Para evitar maiores problemas e se livrar de processos, a Apple afirma em seu site oficial que a resistência contra água pode diminuir com o tempo. Isso faz com que a resistência contra água seja temporária, para o desagrado de muitos.

Outro fator que evidencia a isenção de culpa da Apple para qualquer defeito nessas proteções é que, em seu site, ela fala que “danos decorrentes de contato com líquidos não estão incluídos na garantia”, o que não dá confiança ao usuário de iPhone para submergir o seu aparelho na água.

Mesmo que você tome todos os cuidados necessários para não estragar o seu iPhone na água, a Apple não vai cobrir ele em garantia. Então a dica é tomar cuidado e não confiar na resistência a água oferecida pela fabricante.

Problemas comuns em iPhones molhados

iPhone molhou e não carrega

Se o seu iPhone molhou e não carrega mais, você pode ter uma boa ou uma má notícia. A notícia boa é que o dano pode ter sido apenas na entrada do carregador, que pode ser Lightning ou 30-pinos. Nesse caso, a manutenção é mais simples e o seu problema pode ser resolvido com a troca deste componente. A má notícia pode ser a perda total do seu aparelho, que pode ter sofrido danos mais extensos e ter um destino triste: a reciclagem.

iPhone molhou e fica reiniciando

Se o seu iPhone molhou e agora está reiniciando constantemente, a sugestão é procurar uma Assistência Técnica. A maior possibilidade é que exista algum componente em curto-circuito no aparelho e, por isso, ele não se mantém ligado.

iPhone molhou e parou de funcionar

Se o seu iPhone molhou e agora não funciona mais, a sugestão é seguir novamente o passo-a-passo que descrevemos no início do post. Caso você já tenha feito isso e mesmo assim o aparelho não voltou a funcionar, sugerimos que você procure uma assistência técnica para constatar o problema do seu aparelho.

A gama de possíveis problemas é enorme, e vão desde uma bateria queimada até uma placa inteira danificada pela água. Hoje existem vários especialistas no reparo deste tipo de aparelho, então a sugestão é procurar o mais próximo de sua cidade para realizar o problema.

iPhone molhou e não sai som

Os problemas no alto-falante do iPhone são muito comuns em celulares molhados. Por ser uma parte exposta do aparelho, os alto-falantes são mais suscetíveis a danos por líquidos e outras substâncias.

Muitas vezes, secar a saída de som do aparelho com um secador de cabelo pode resolver. Em outros casos, é interessante sacudir o aparelho na direção do alto-falante, usando a inércia para remover a água dali. Isso pode salvar o som do seu celular.

iPhone molhou e a tela está preta

Se o seu iPhone molhou e a tela ficou preta de repente, pode ser que ele tenha parado de funcionar totalmente. Outra possibilidade é que apenas a tela tenha sido danificada, o que torna o seu prejuízo menor. A dica é consultar um especialista em reparos de iPhone para entender o seu caso e te passar um orçamento ou solução.

Outros perigos para quem tem iPhone

Como falamos anteriormente, a Apple não cobre em garantia nenhum dano causado por líquidos nos seus aparelhos. Porém, existem outros riscos que podem passar batidos quando o assunto é a conservação do seu iPhone.

iPhone no chuveiro

Quem gosta de escutar música durante o banho deve tomar cuidado com o seu celular. O vapor de água do chuveiro quente pode condensar dentro do aparelho e danificar o seu iPhone. Então, nada de usar o celular no banheiro! O perigo está presente no ar também.

iPhone na praia

A praia é uma grande inimiga dos aparelhos eletrônicos em geral. O mais comum de ser utilizado em visitas ao litoral é o celular, pela sua portabilidade. Além da alta umidade que existe perto do mar, o iPhone corre dois outros riscos: Cair na água do mar e oxidar.

A água salgada do mar tem um péssimo efeito em aparelhos eletrônicos, acelerando a oxidação e enferrujando os aparelhos. E o seu iPhone não precisa cair no mar para oxidar não! O movimento das ondas faz com que as partículas de sal se espalhem na orla da praia, o que pode afetar também o seu celular.

iPhone na chuva

É comum que nós sejamos surpreendidos por uma chuva inesperada enquanto estamos na rua, com os nossos celulares. A água da chuva danifica o iPhone tanto quanto a da piscina, então devemos tomar cuidado.

Neste caso, a dica é enrolar o iPhone em um casaco ou blusa de frio que esteja ao seu alcance. Caso você não tenha nada disso, também pode procurar a loja mais próxima e pedir uma sacola plástica para colocar o seu celular e continuar o seu caminho normalmente.


E aí, gostou das dicas que demos sobre como cuidar do seu iPhone quando ele molha? Então que tal conferir o nosso post sobre outro produto muito famoso da Apple? Veja agora o que falamos sobre o Macbook!

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+