Acho que os últimos anos serviram de lição para aprendermos a utilizar as tecnologias certas para determinados projetos na internet, ou não…

Eu tenho uma doença incurável, que até tenho comentado com alguns amigos. Alguns ainda não entenderam os sintomas e a causa dessa doença, mas tudo bem, eles vão passar por isso. Tenho um ótimo nome para ela: síndrome de skip intro.

Essa doença me prejudica nas piores horas, sempre quando preciso fazer algo importante, começo a pressentir os sintomas. A princípio parecia algo passageiro, simplesmente digitava o endereço no browser e aparecia uma tela perguntando se eu tinha o plugin instalado, se queria instalar, se queria entrar no site. E mais perguntas, como escolher a língua, com som ou sem som etc.

Entediante não é? Eu não sabia o que fazer, de tanta opção acabava clicando em entrar e ficava aguardando abrir a página…esperava alguns segundos aí aparecia algo, uma barra de porcentagem preenchendo o quadrado com a palavra loading em cima. Peraí! Eu cliquei certo? O que diabos está acontecendo? Fiz tudo certo, digitei certo www.endereco.com.br (ponto com ponto br) pra deixar bem claro, imaginei estar entrando na versão em português, e aparece escrito LOADING? Onde tem isso na nossa língua?

Bom…pra encurtar a história, abriu uma animação cretina, lenta e burra. Sem motivo nenhum pra estar ali, em seguida o site, que era mal estruturado, feio, mal acabado e nada justificava ter sido feito em Flash.

Costumo me perguntar, será que realmente sabem usar essa maravilhosa tecnologia que a Macromedia lançou uns anos atrás? Talvez…tenho visto algumas propagandas interessantes, banners, pop ups, essas coisas que publicitários adoram.

Tudo muito bonito, interativo, bem feitinho e caro, muito caro. O que não é pra qualquer cliente ou usuário, afinal ainda tem aqueles que fecham o pop up antes dele pular na tela.

Continuo com a síndrome de skip intro. Se alguém achar a cura tomara que ainda dê tempo de remediar boa parte da internet infectada. [Webinsider]

.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+