A menos que você tenha chegado às redes sociais há pouco tempo, com certeza já viu alguma hashtag (#). Em alguns momentos, o uso desse sinal pode parecer confuso, mas é parte essencial da forma como nos comunicamos nas redes.

Neste artigo, vou explicar para você o que é hashtag e porque você deveria utilizá-las em sua estratégia de social media. Além disso, vamos analisar algumas boas práticas de seu uso. Pronto? #vamoslá!

Como as hashtags surgiram

Antes de entender o que é hashtag, vamos conhecer um pouco da história desse sinal tão utilizado hoje em dia.

As hashtags surgiram no Twitter primeiramente. Quem teve a ideia primeiro foi o desenvolvedor Chris Messina: ele sugeriu que a rede social começasse a agrupar conversas sobre determinados tópicos em um só lugar de forma automática.

No início, o Twitter se mostrou resistente. Foi em outubro de 2007 que jornalistas começaram a utilizar a hashtag #SanDiegoFire (incêndio em San Diego), de acordo com a sugestão de Messina. A partir daí, a prática caiu no gosto do público e passou a ser utilizada para vários assuntos, como #TaylorSwift ou #BreakingBad.

Mas exatamente o que é hashtag?

Para fazer um post com hashtag, basta colocar o sinal de jogo da velha (#) junto de uma palavra ou frase sem espaços e de preferência sem acentos ou caracteres especiais. Assim, um link é automaticamente criado e se você segui-lo, verá todos os posts com a mesma hashtag em um feed especial.

Veja, por exemplo, as discussões sobre o casamento real que aconteceu em Londres no dia 19 de maio de 2018: #RoyalWedding.

Dessa forma, quando você coloca uma hashtag em um post seu, começa a participar de alguma discussão. Quando as pessoas acessarem a hashtag, seja clicando no link ou pela caixa de buscas, seu post estará no feed. Ou seja: você poderá alcançar mais pessoas, atrair atenção e promover seus posts.

O Twitter ainda oferece um ranking diário de quais hashtags estão sendo mais faladas, o chamado “trending topics”. Hoje, ainda é possível pagar para ter uma hashtag nos “TT”. Mas não são apenas tweets que podem ter hashtags. Seu uso já se expandiu e está presente em quase todas as redes mais utilizadas. Continue lendo para saber mais.

Onde e como usar hashtags

Veja quais plataformas possuem suporte para hashtags e como elas são comumente utilizadas em cada uma delas.

Twitter

Como falamos acima, foi no Twitter que as hashtags surgiram. Fique de olho nos trending topics para falar sobre os assuntos do momento, especialmente para comentar eventos ao vivo, caso isso tenha a ver com a sua marca.

Caso você deseje ter uma hashtag nos TT, pode pagar para isso. Por meio de Assuntos Promovidos, pode aparecer na parte superior da lista e incentivar as conversas entre as pessoas.

Facebook

O suporte para hashtags no Facebook surgiu em 2013. Muitas marcas utilizam em seus posts, mas o uso não é tão difundido quanto nas outras redes, como Twitter ou Instagram. Ao clicar em uma hashtag, é possível observar um feed apenas com posts que a contenham.

Instagram

Nesse caso, as hashtags ficam nas legendas das fotos postadas por usuários, tanto no feed quanto nas stories. Nesse caso, são utilizadas para identificar elementos das fotos e atrair pessoas com interesses nesses elementos. Uma foto de desfile de roupas, por exemplo, pode incluir #moda e ter mais atenção dos amantes dessa área.

Durante eventos, as hashtags podem ser utilizadas para formar um tipo de álbum de fotos. Isso é comum em casamentos, onde há hashtags oficiais para que os noivos possam ver os conteúdos mais tarde com facilidade. Se a sua empresa produz eventos, é uma ótima ideia ter hashtags oficiais.

O Instagram também possui hashtags famosas no mundo inteiro. Uma delas é #ThrowbackThursday ou #TBT, que as pessoas utilizam às quintas-feiras para postar fotos mais antigas.

Harper’s Bazaar 2011 #tbt

Uma publicação compartilhada por Beyoncé (@beyonce) em

Google+

Quando você clica em uma hashtag no Google+, é levado a um feed que inclui não só a própria hashtag original, como também palavras-chave parecidas. A rede social ainda oferece opção de repetir a pesquisa no Twitter ou no Facebook.

Pinterest

O Pinterest também é adepto das hashtags. Basta clicar em uma para ver um feed com posts que a contêm, além de pins com a mesma palavra ou frase. Normalmente, as tags descrevem o que aquele pin contém, a fim de facilitar a pesquisa das pessoas dentro da rede social.

Muito bem. Agora você já sabe o que é hashtag e quais redes oferecem suporte a elas, onde é interessante utilizá-las. A seguir, veja algumas dicas para aplicar essa estratégia aos seus posts.

Boas práticas do uso de hashtags

  • Seja específico: se você está utilizando uma hashtag para se juntar a algum tópico de discussão, garanta que as pessoas saberão qual é o tópico. Se você deseja falar sobre a greve dos caminhoneiros, por exemplo, coloque #GreveDosCaminhoneiros ao invés de apenas #greve.
  • Mantenha a simplicidade: você não quer confundir seus usuários. Por isso, limite seu uso de hashtags para aquelas que realmente vão ajudar as pessoas a compreenderem as informações que quer passar. Utilizar apenas porque estão famosas não vai agregar nada à sua estratégia.
  • Ofereça contexto: participar de uma discussão significa emitir opiniões ou reportar informações. Se você twittar apenas “#VoleinaGlobo”, sem nenhum texto, não vai trazer nada de novo para a discussão. Por isso, fale sobre aquilo, discorra e informe. Além disso, é importante ter certeza de que seu público-alvo realmente está interessado no assunto.

Com isso em mente, é possível fazer usos criativos das hashtags. Se sua marca é descolada, não há mal nenhum em utilizar as # para provocar risadas. Basta que sua audiência tenha vontade de se conectar com o tema.

E aí, compreendeu o que é hashtag? Ficou curioso e vai utilizar em suas redes sociais? Amplie ainda mais seu conhecimento com este post, que fala sobre as diferenças entre Facebook e Twitter para estratégias de marketing.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+