Conquistar o sucesso no seu negócio envolve muitos elementos, mas as estratégias de marketing estão no centro de tudo. É preciso definir as melhores ações de acordo com o segmento, produto e até valores da empresa.

Se você está em dúvida sobre qual estratégia escolher e tem pesquisado sobre isso, já deve ter encontrado estas três letrinhas: SEM. A sigla significa Search Engine Marketing (Marketing dos Motores de Busca) e gera muita confusão com SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização dos Motores de Busca). À primeira vista, pode ser que você imagine que deva optar por uma das duas formas. Mas a verdade é que combiná-las é mais interessante.

Neste artigo, vou explicar o que é SEM e como, apesar de diferentes, SEO e SEM têm uma ligação e podem fomentar um ao outro. Ao final, você será capaz de tomar uma decisão assertiva sobre incluir SEM no seu marketing e compreender algumas das técnicas utilizadas.

O que é Search Engine Marketing?

Técnicas de Search Marketing Engine trazem usuários para seu site por meio de campanhas pagas. Alguns dos métodos incluem pagamento por cliques, pesquisa paga, display e anúncios de remarketing. Com o SEM, marcas consegue aumentar sua visibilidade e aumentar o número de visitantes e conversões do site. A ferramenta mais popular de SEM é o Google Ads, mas também pode incluir Bing Ads e Yahoo Search.

Veja alguns dos termos mais utilizados no SEM:

  • Impressões: quantas vezes seu anúncio foi mostrado em uma tela.
  • CPC (Custo por Clique): quanto você paga cada vez que alguém clica no seu anúncio.
  • CPM (Custo por Milhões de impressões): um jeito alternativo ao CPC de pagar pelos anúncios.
  • CTR (Click Through Rate): quantidade de cliques que levaram ao seu site de pessoas que viram o anúncio, tendo clicado na hora ou não.

Diferença entre SEO e SEM

Além de entender o que é SEM, é preciso compreender um pouco mais sobre o SEO. Apesar de pertencerem ao universo do marketing digital, os dois termos são bem diferentes. Ainda assim, ambos têm o potencial de impulsionar as suas vendas, apenas de jeitos diferentes.

O SEO é focado em melhorar o rankeamento, ou seja, a posição nos mecanismos de busca, dos seus conteúdos e páginas. Quem decide esse ranking para cada termo de busca é o algoritmo que rege cada buscador e isso não depende diretamente do trabalho do profissional de marketing.

Você pode otimizar todo o seu site, conseguir uma boa reputação e fazer tudo como manda o figurino. Ainda assim, pode ser que seu conteúdo não fique na primeira página. Isso acontece por vários motivos, mas pode ser apenas por questão de concorrência.

Com o SEM, é possível pagar para que seus conteúdos apareçam nos primeiros lugares, reservados para anúncios. Aqui, tudo depende do seu orçamento e da forma como você configura campanhas e faz melhorias conforme o tempo passa.

o que é sem

Se a sua estratégia de marketing engloba SEM e SEO, seus conteúdos conseguem mais força de forma orgânica e precisam de menos investimento para alcançar o usuário nos anúncios pagos. Ao mesmo tempo, quanto mais usuários você traz ao seu site, melhor a reputação dele se torna. Assim, campanhas integradas se ajudam e seu negócio tem mais potencial de alcançar o público.

Muito bem. Com essa dúvida fora do caminho, vamos entender melhor os benefícios do SEM e por que você deveria incluí-lo no seu marketing.

Benefícios do SEM

Utilizar o SEM ajuda sua empresa a conquistar oportunidades únicas, que nem sempre seriam possíveis de forma orgânica. Com uma estratégia bem montada, feita para o público-alvo certo, você pode trazer pessoas que estejam alinhadas com a sua persona.

Alguns benefícios de incluir o SEM no seu plano de marketing:

  • Coloque informações sobre seu negócio na hora e no lugar certo
  • Alcance públicos que já têm tendência a se interessar pelo seu produto
  • Crie vantagem competitiva sobre seus concorrentes
  • Controle o orçamento das campanhas e gaste apenas o que puder

O potencial do SEM é grande, já que cerca de 61% das pesquisas online resultam em alguma compra. Assim, você não vai querer ficar de fora disso, certo?

o que é sem

Dicas para uma boa campanha de SEM

Existem algumas boas práticas que podem garantir uma campanha de sucesso. Confira:

  • Anúncios atrativos: o que faz o seu negócio ser único? Qual é o principal benefício que traz ao cliente? Todos os textos e imagens dos seus anúncios devem ter isso como estrutura principal. Para escrever um bom CTA, leia este outro post com um checklist infalível.
  • Locais estratégicos: não adianta pagar os locais mais caros para seus anúncios aparecerem se o seu público não estiver lá para vê-los. Avalie se o seu anúncio de display que não está otimizado para smartphones, por exemplo, realmente vale a pena estar no ar. Tudo depende dos objetivos do seu negócio.
  • Destinos que fazem sentido: não adianta nada criar um anúncio incrível se o usuário entrar e não encontrar o que procura. Você pode, inclusive, acabar pagando caro por isso. Ofereça páginas e landing pages fortes, que ofereçam a quem clicou no anúncio exatamente o que estava sendo oferecido.
  • Nem sempre mais é mais: ter um orçamento gordo nem sempre significa que seus anúncios vão realmente aparecer. As ferramentas de anúncio online costumam cobrar mais caro por peças que tentam enganar o usuário ou que não têm um bom CTR. Antes de colocar apenas quantidade, avalie a qualidade da sua estratégia. E aí, gostou de saber o que é SEM e porque deve incluir no seu marketing? Potencialize seus esforços de marketing mais ainda utilizando um CRM.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+