Teste a roda de satisfação de seu negócio

Nova Escola de Marketing
28 de setembro de 2017

A roda de satisfação serve para levantar a situação real de como está o seu negócio e como você vem atuando em cada setor. Pode trazer insights profundos.

Roda de avaliação para eu negócioVocê sabe onde deve focar, o que deve melhorar, modificar e potencializar em cada aspecto de sua empresa?

Com uma simples ferramenta, o empresário pode fazer uma reflexão segura dos vários aspectos de seu negócio e traçar metas muito mais estratégicas para o sucesso de seu empreendimento.

Conhecer a situação atual do seu negócio é o primeiro passo para traçar estratégias seguras a fim de chegar aonde realmente se quer.

Ninguém consegue traçar objetivos e metas sem ter total consciência da situação real dos vários aspectos que compõem o seu negócio, daí a grande importância de tirar um tempo e fazer a roda de satisfação com seu negócio, uma ferramenta simples, mas muito eficaz para análise e diagnóstico, que irá proporcionar transformações significativas na sua empresa.

A roda de satisfação serve, principalmente, para fazer um levantamento da situação real, como seu negócio está hoje e como você vem atuando em cada setor.

Tirar um tempo para trabalhar nesta análise pode oferecer ao empresário insights profundos, indicando o que ele precisa priorizar ou reformular, por exemplo.

Vamos aprender passo a passo como fazer esta poderosa ferramenta:

Ferramenta para insights

Primeiro passo: identificar e avaliar possíveis problemas

Em cada aspecto listado nas partes do círculo, imagine que o centro corresponde ao nível de satisfação zero com aquele aspecto e, na medida em que segue a linha em direção à extremidade do círculo, o nível de satisfação vai aumentando até chegar a 10. Marque, dentro dessa escala de 0 a 10, que pontuação indica o seu nível de satisfação com aquele aspecto.

Exemplo 1: Meu nível de satisfação com minha equipe é de 50%, então marque na sua roda o espaço referente a 5. Você pode colorir esse espaço para melhorar a visualização.

Após marcar todos, você pode começar a refletir da seguinte forma, no caso da equipe: ainda tenho 50% para trabalhar com minha equipe, a fim que fique totalmente satisfeito com esse aspecto.

Exemplo 2: Na categoria Marketing, por exemplo, pense: como venho fazendo a divulgação do meu serviço ou produto? Estou satisfeito com os resultados?

Desta forma, vá marcando os pontos na sua roda, se quiser você pode e deve desenhar ou colorir a sua roda.

Segundo passo: priorizar ações

Com o círculo devidamente segmentado e identificado em mãos, pense em quanta atenção você tem dado a cada fatia e faça um “x” na altura do número correspondente – mantenha-se proporcional ao zero no centro e dez na borda circular, para facilitar a visualização.

Assim, cada categoria ganha uma nota indicando o quanto tem sido prioritária no seu dia a dia.

Que aspecto, entre os demais, irá alavancar o maior número de outros se eu colocar um pouco mais de foco?

Onde pode estar havendo omissão, desatenção ou procrastinação de sua parte?

Terceiro passo: plano de ação

Com o desenho pronto, o objetivo passa a ser refletir sobre ele e traçar um plano de ação para conquistar um equilíbrio mais satisfatório no futuro.

Em primeiro lugar, questione se o resultado te deixa feliz ou se gostaria que fosse diferente.

Se for o caso, faça outras marcas que correspondam ao seu equilíbrio ideal, avaliando com o mesmo sistema de notas as áreas que quer tornar prioritárias e fazendo um segundo círculo. A diferença entre os dois quadros – presente e desejo – é onde há trabalho a ser feito.

É aí que começa o brainstorming de avaliação: Quais pedaços têm as maiores notas? As mais baixas? Quais são áreas prioritárias nesse momento? Quais se afetam e de que maneira? A partir daí, é possível rever prioridades, criar projetos nas diferentes áreas e traçar planos de ação realizáveis e com metas.

Após fazer a roda de satisfação do seu negócio é possível fazer uma reflexão sobre que competências estão faltando para que você, como empreendedor, possa melhorar este aspecto de seu negócio.

Ex: Se o nível de satisfação com o pessoal/equipe está baixo, você pode identificar que é preciso investir em treinamentos técnicos e comportamentais, ou desenvolver mais habilidades de liderança.

O importante é que você conheça bem o seu negócio e faça um bom plano de ação para atender às necessidades da sua empresa, por isso é tão importante saber o ponto de partida para que, se precisar fazer alguma mudança, saiba bem o que não serve mais ou o que precisa ser modificado.

Sucesso, sempre! [Webinsider]

. . . .

. . . .

Ser empresário no Brasil é ter um sonho ou não ter opção?

Contrate o Webinsider para o conteúdo de sua empresa

Avalie este artigo:
Share this...
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *