Trabalhar pela internet tem sido um desejo de muitas pessoas, principalmente daquelas que exercem alguma profissão que ocupa a maior parte de seu tempo.

Isso acontece, principalmente, porque essa é uma forma eficiente para aproveitar várias facilidades, como poder trabalhar de qualquer lugar, a qualquer momento, viajar mais, passar mais tempo com a família, e ainda ganhar dinheiro fazendo algo que você realmente gosta.

Sem falar que quem escolhe trabalhar na internet pode conciliar trabalho e estudo, além de ter tempo para investir em projetos pessoais.

Nunca foi tão fácil unir trabalho e paixão, sem a necessidade de abdicar dos pequenos prazeres da vida em prol do trabalho.

É por isso que temos visto cada vez mais casos de profissionais que abandonaram a carreira tradicional para se dedicar ao trabalho online.

Você já deve ter percebido que empreendedorismo digital está em alta, e ter uma boa ideia de negócio pode colocar uma pessoa nesse mercado tão almejado.

Pensando nisso, separamos 7 alternativas de trabalho na internet que estão em alta, para que você consiga entender um pouco mais sobre como elas funcionam e ver se uma delas é viável para você.

1. E-commerce

Com o crescimento do número de pessoas acessando a internet, surgiram no mercado as lojas virtuais, também conhecidas como e-commerce.

Esses são espaços completamente digitais, que oferecem aos clientes produtos de todos os nichos.

A entrega desses produtos pode ser realizada via correios ou até mesmo com a retirada em locais físicos.

A grande diferença das lojas virtuais para as tradicionais é a comodidade.

Se antes os clientes precisavam se locomover até uma loja física para fazer suas compras, hoje, tudo pode ser feito pelo computador ou celular. Basta acessar a loja virtual, escolher o produto, realizar o pagamento e pronto.

O e-commerce é um modelo de negócio híbrido, pois agrega características que são típicas do mercado digital, como a compra e o pagamento diretamente pela internet, ao mesmo tempo em que possui características do mercado tradicional, como a entrega física do produto.

Para quem sonha em trabalhar na internet, começar por uma loja virtual é um bom caminho. Elas podem ser criadas de forma rápida, principalmente se você tiver como investir nos produtos que venderá. Mas estamos falando de um negócio que exige, a princípio, baixo investimento, já que você pode vender vários tipos de produtos.

Existem várias maneiras de criar uma loja virtual.

O empreendedor pode criar sua própria marca, com domínio e espaço próprios, por exemplo. Nesse caso, ele terá de arcar com os custos de manutenção do site e outros valores referentes ao próprio domínio.

Outra opção é criar uma loja virtual dentro de plataformas específicas, que oferecem esse serviço. Normalmente, é cobrada uma porcentagem sobre as vendas realizadas. A vantagem desse método é que o empreendedor não precisa pagar absolutamente nada para ver seu e-commerce funcionando.

2. Produtor de cursos online

O modelo de ensino tradicional, limitado a uma sala de aula, com horários rígidos e grande carga burocrática, não é mais o que a maioria das pessoas procura.

Se pensarmos principalmente nos millennials, percebemos uma mudança nas técnicas tradicionais de ensino e aprendizagem e vemos que eles estão, cada vez mais, se interessando por cursos online em vários segmentos.

Isso faz surgir uma grande oportunidade para aqueles que desejam trabalhar na internet: produzir vídeos sobre diversos assuntos, que ensinem algo que as pessoas estão procurando.

Uma grande vantagem desse tipo de compartilhamento de conhecimento é que os cursos online não envolvem entrega física. Todo o material pode ser armazenado e distribuído a partir de uma plataforma digital.

Existem várias opções no mercado, desde plataformas mais simples, até as mais completas. O importante é você entender que é dentro da plataforma digital que o produtor – responsável pelo curso online – realizará suas vendas e acompanhará seus rendimentos.

Para criar um curso online e trabalhar na internet, é preciso conhecer bem o tema que será abordado nas aulas.

Os criadores podem ser professores, alunos com alto desempenho e pessoas com grande carga de experiência em alguma área. Ou seja, não importa o nível de formação acadêmica do produtor do curso online, mas sim sua capacidade para transmitir conhecimento.

3. Blogueiro

Viver de blog é completamente possível, e o mercado está repleto de profissionais que podem comprovar isso.

Os blogs são espaços para a criação e divulgação de conteúdo relevante. Eles podem ser criados para atender qualquer demanda, dentro dos mais variados nichos.

Mas como é possível ganhar dinheiro escrevendo em um blog?

A resposta está na publicidade, nos anúncios pagos que podem ser inseridos junto ao conteúdo produzido e nas parcerias firmadas com marcas.

Monetização é o nome dado às práticas que visam transformar o blog em um espaço rentável. Quanto maior o fluxo de usuários diários, ou seja, quanto mais pessoas acessando o blog, maior a quantidade de dinheiro produzido.

Trabalhar na internet com a construção e a manutenção de blogs pode ser um negócio lucrativo, mas para que isso aconteça, você precisa se esforçar e criar conteúdos de qualidade, que realmente gerem algum valor para que acessar seu blog.

É interessante notar que muitos blogs surgem sem a intenção de lucro. Essa possibilidade aparece depois e, quando bem explorada, demonstra bons resultados.

Criar um blog é a arte de transformar um hobby em um negócio rentável.

4. YouTuber

Uma das profissões mais modernas é a de YouTuber. Ela é tão nova que muita gente nem sabe que ela existe.

O YouTube, maior plataforma de distribuição de vídeos do mundo, abriu espaço para que jovens e adultos começassem a atrair audiência.

Muitos YouTubers de sucesso possuem milhões de seguidores em seus canais. Eles produzem conteúdo quase diariamente, atraindo milhares de visualizações em seus vídeos, tudo em questão de dias ou até mesmo horas.

A maioria desses profissionais ganha dinheiro com publicidade, e essa estratégia funciona de forma bem parecida com o que ocorre nos blogs.

Assim que os vídeos postados são reproduzidos pelos usuários, eles passam a apresentar propagandas, conteúdo pago e divulgado por marcas empresariais.Quanto mais vezes os vídeos dos YouTubers são reproduzidos, maior o lucro.

Mas essa não é a única forma de lucrar com a divulgação de vídeos.

É possível também firmar parcerias diretamente com empresas ou empreendedores individuais para promover seus produtos e serviços. Muitos dos vídeos postados pelos YouTubers possuem material pago, e quase ninguém percebe.

Nesse tipo de trabalho online, quanto maior é o engajamento com o público, maior o valor obtido a partir da publicidade e monetização do conteúdo.

5. E-book

Se antes o processo de criação e venda de livros era custoso, agora, qualquer pessoa pode escrever um e-book, divulgá-lo e vender online. Trata-se de mais uma alternativa interessante para trabalhar na internet.

Diferente dos livros físicos, que demandam um longo processo de elaboração, além da logística de publicação e entrega aos compradores, os livros digitais podem ser criados em poucas etapas e comercializados de forma 100% online.

Para criar um e-book e começar a trabalhar na internet, basta escrever seu conteúdo e começar a divulgá-lo online, seja nas redes sociais ou até mesmo em blogs e canais do YouTube da mesma área de atuação de seu livro digital.

Mas atenção: para que seu e-book seja um sucesso de vendas, é fundamental que ele agregue conteúdo novo e relevante para quem comprá-lo.

6. Freelancer

O freelancer é um profissional autônomo que oferece serviços para diversos clientes no mercado. Trata-se de um dos segmentos profissionais mais flexíveis, tendo em vista a possibilidade de trabalhar de onde e quando quiser.

Por não contarem com um empregador fixo, os freelancers têm autonomia para fazer seu próprio horário e definir suas metas.

São vários os trabalhos que podem ser adaptados para o ambiente virtual.

Nesse segmento atuam escritores, designers, profissionais de marketing digital, coaching e consultoria. Esses são apenas alguns exemplos de profissões que podem ser exercidas sob o regime de freela.

Existem, inclusive, plataformas específicas para que freelancers ofereçam o seu trabalho. São espaços de conexão entre profissionais e clientes, baseados principalmente nas recomendações obtidas por trabalhos anteriores. Quanto mais recomendações um freelancer possuir, maiores as chances de ser contratado novamente.

7. Afiliado

Outra profissão que surgiu juntamente com o avanço da internet é a de afiliado. Ele é a pessoa que ganha dinheiro divulgando produtos de terceiros.

Existem, basicamente, dois tipos de produtos que podem ser divulgados: os físicos e os digitais.

O trabalho do afiliado consiste em fazer com que determinado produto, seja ele físico ou digital, seja adquirido por clientes através da internet.

A remuneração do afiliado é geralmente fixa, baseada em comissões. As comissões, por sua vez, são calculadas sobre o valor do produto comercializado e dependem do que o produtor do produto divulgado determina.

Quanto mais vendas o afiliado conseguir realizar, maior será o seu rendimento. E os dados sobre os resultados obtidos, como o número de vendas em determinado período, podem ser obtidos em tempo real, dependendo da plataforma à qual a pessoa se afiliar.

Para quem deseja trabalhar na internet sem precisar criar uma loja ou um produto digital, vale a pena conhecer e explorar as plataformas de afiliados. Dentro delas, os afiliados conseguem produtos para divulgar, além de poderem ver, de forma prévia, o valor da comissão paga por cada venda.

Explore novas possibilidades!

Existem inúmeras alternativas para quem deseja trabalhar na internet. Trata-se de um mercado promissor, seja para quem deseja extrair toda a sua renda do ambiente online ou simplesmente complementar os rendimentos obtidos com o trabalho tradicional.

Qualquer pessoa pode começar a ganhar dinheiro trabalhando online. Não existe idade, nem hora certa para iniciar um projeto.

Mais importante do que fazer dinheiro, é ter tempo para cuidar da família, da saúde e de seus projetos pessoais. Como você percebeu, quem escolhe trabalhar na internet tem todas essas comodidades.

Gostou dessas ideias e quer mais dicas sobre outras formas de trabalhar na internet? Confira nosso post com mais 30 melhores ideias para quem quer trabalhar online.

_______________________________________________

Guest post produzido pela equipe da Hotmart.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+