A oferta que você recebeu ao assinar seu contrato de trabalho não é o que realmente entra na sua conta no final do mês. Quer aprender a calcular o seu salário líquido e não ter surpresas no início do mês? Então vem aqui que a gente ensina, atualizados para 2018!

Como é feito o cálculo do salário líquido?

As propostas de trabalho com carteira assinada costumam ter como base o salário bruto, que é ofertado ao funcionário no momento da contratação. No fim das contas, o valor recebido pelo empregado é menor, devido aos descontos de encargos e contribuições do Imposto de Renda e INSS. Portanto, é essencial que o trabalhador saiba o valor exato que vai receber pelo trabalho ao fim de todo mês. A composição do salário líquido é feita calculando os seguintes descontos:

INSS

Os descontos de INSS no salário bruto são calculados de acordo com o valor do seu salário, de acordo com a tabela abaixo:

Até R$ 1.659,38
8%*
Até R$ 2.765,66
9%
Até R$ 5.531,31
11%
Acima R$ 4.663,75
R$ 608,44

Caso você tenha dependentes, desconta-se do INSS o valor de R$199,07 por dependente, para obter o valor base para cálculo do Imposto de Renda (IR).

*O valor do desconto de INSS é reduzido para remunerações até três salários mínimos, graças ao disposto no inciso II do art. 17 da Lei nº 9.311, de 24 de Outubro de 1996, que instituiu a Contribuição Provisória sobre Movimentação ou Transmissão de Valores e de Créditos e de Direitos de Natureza Financeira.

Imposto de Renda – IRRF

O Imposto de Renda é calculado de acordo com a sua faixa salarial, sendo subtraído um valor e somado outro para o cálculo do salário líquido.

Base de cálculo mensal em R$ Alíquota % Parcela a deduzir do imposto em R$
Até 1.903,98
De 1.903,99 Até 2.826,65 7,5% R$142,80
De 2.826,66 Até 3.751,05 15,0% R$354,80
De 3.751,06 Até 4.664,68 22,5% R$636,13
Acima De 4.664,68 27,5 869,36

Cálculo de Base para o Imposto de Renda

O Imposto de Renda é calculado em cima de um valor chamado de Base de Cálculo, que irá ditar qual é o valor do imposto a ser retido na fonte. A Base de Cálculo é feita através da fórmula:

(Remuneração Mensal – Valor da Contribuição ao INSS – R$150,69 por dependente legal) = Base de Cálculo

Quem são os dependentes legais?

Pela lei, os dependentes legais são o marido ou a esposa, filho, filha ou enteados de até 21 anos (estendidos até 24 anos se forem universitários ou estiverem cursando escola técnica de segundo grau), desde que não sejam declarantes de Imposto de Renda.

Desconto de outros benefícios dados ao funcionário

Em alguns casos, o trabalhador também deve deduzir o valor de outras contribuições ou benefícios, como a contribuição sindical (que é equivalente a um dia de salário e descontada uma vez ao ano).

Outros benefícios são muito comuns em empresas atualmente e também podem ser descontados do trabalhador. O vale transporte, por exemplo, gera um desconto de 6% do salário do trabalhador ou do valor integral do vale transporte, o que for menor. Também existem planos de previdência privada, academia, planos de saúde e odontológico, programas de participação nos lucros, cursos de aperfeiçoamento profissional e outros. É essencial que você fique de olho para saber exatamente quais são os descontos aplicados ao seu salário. Você pode fazer isso consultando o seu contracheque, por exemplo.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+