O que é um blog? Vamos iniciar pelo conceito. Você já se perguntou o que é um blog ou weblog? Parece óbvio: uma página pessoal, um registro de ideias ou posts. Enfim, uma evolução web 2.0 dos diários online. Ou, voltando ainda mais no tempo, um livro diário pessoal turbinado com tecnologia.

Pensamento oldschool à parte, quem lembra dos antigos diários pessoais ou caderno de opiniões enviado aos amigos para escreverem ou opinarem. Lembro disso nos anos 80; quem tem alguma ideia anterior?

Pois é, isso é um blog. Uma ideia oldschool transformada em ferramenta digital. Um conjunto de pensamentos organizados em uma time-line de datas. Quase um periódico de ideias e fatos. Que com o tempo foram ganhando acréscimos como sistemas de buscas para encontrar os assuntos relacionados, tags para sistematizar a informação por assuntos de interesses, até mega portais de referência para encontrar os melhores posts perdidos no tempo e espaço.

Enfim, uma grande evolução tecnológica da mesma ideia oldschool. Aquele velho diário pessoal, só que agora, remasterizado e em versão full HD!

Hey hey hey. Agora as perguntas. Até quando vamos continuar melhorando uma ideia ultrapassada? Quando voltaremos a atenção parar realmente rever a ideia original? Será que conseguimos quebrar um conceito de 30 anos atrás para buscar algo novo? Que tal implodirmos o conceito e realmente criarmos um ferramenta 2.0?

Vamos pensar juntos?

O que é pensamento colaborativo?

Para derrubar um conceito antigo, primeiro temos que inserir outro. Somente assim poderemos construir algo novo e talvez melhor. Não, não estou falando do blog, mas da formação de ideias e pensamentos que transformamos dia a dia. Essa é a essência da nossa construção, pensamentos colaborativos: ideias moldadas em tempo real com inúmeras adições externas, selecionadas por nós como apoio à formação e desenvolvimento de um conceito ou opinião. Somos enfim todos colaborativos.

Mas, afinal, o que é um ser colaborativo? O que é colaborar?

Não é o mesmo que concordar, comentar ou mesmo multiplicar. Colaborar significa contribuir com ou mesmo trabalhar com uma ou muitas pessoas em uma mesma obra. Enfim, construir em conjunto. Em web, colaborar significa contribuir com informação relevante.

Esse conceito, quando unido aos modelos atuais da internet, cria uma nova possibilidade, um novo canal de evolução coletiva. Sim, estou falando de um blog colaborativo, ou seja, a união de ideias (descritas em um blog) com um canal de colaboração (participação e evolução coletiva), criando uma fonte pessoal para transformar ideias e pensamentos. Diariamente atualizado, revisado e transformado, evoluindo em conjunto com seu autor.

Na teoria, tudo parece mais simples.

Vamos sacudir essa poeira e evoluir? Como você imagina um blog colaborativo? Pense alguns instantes antes de continuar a leitura. Tente criar um modelo para depois ler o que proponho. Qual a sua sugestão?

Como criar um blog colaborativo

Um blog colaborativo é muito mais simples e natural do que você imagina. Basta entender um conceito básico para que todo o modelo seja reconstruído.

Blog colaborativo significa que cada post é uma ideia. Se é a sua ideia é pessoal, então é uma opinião, uma visão parcial sobre algo. Como toda ideia parcial, ela está da mesma forma certa e errada, pronta para receber opinião de outros e ser evoluída. O conceito – seu blog colaborativo é um conjunto de pensamentos atualizados, sem data, diariamente revisados, atualizados e reconstruídos com base na opinião e colaboração de outros.

Esqueça as datas, esqueça os comentários, esqueça a autoria ou mesmo ideia original. Você está entrando em um mundo onde a sua opinião é transformada por adições de todos, que ao serem analisadas resultam em novos parágrafos, links e referências.

Bem-vindo à uma nova era, onde o seu pensamento mais atual passa a estar descrito em uma página, aberta e pronta para receber novas informações. Bem-vindo à nova era conhecimento, o verdadeiro pensamento coletivo. Bem-vindo à geração colaborativa.

Quer um exemplo? Uma Revista Digital

Para acalentar alguns corações tristes, vamos a um exemplo prático… Imaginando uma revista, como poderiamos criar um blog colaborativo?

Primeiro, temos os autores. Cada um com a sua tag preferida, na qual vai expor ideias e opiniões.

Segundo, temos os leitores, que podem tanto comentar como colaborar com adições.

Terceiro, temos os artigos, que basicamente são os pensamentos do autor, modificado pelos leitores referenciados.

Na prática, temos uma simples sequência de ações:

  • 1. Autor cria artigo básico na área colaboração, incluindo a ideia geral, opinião geral e tag relacionada.
  • 2. Divulga aos leitores, que enviam contribuições, as quais o autor adiciona (se considerar relevante).
  • 3. Após três ou quatro ciclos de contribuição, o artigo está pronto pelo autor (fechamento da ideia).
  • 4. O artigo pronto é publicado pela revista referenciando o autor, tags e participantes.
  • 5. Após publicação, o autor realiza atualizações mensais, com base nas novas contribuições.

Simples assim. Não há mais mortes, conteúdo esquecido ou mesmo informação irrelevante. Cada artigo representa a opinião do autor e seus participantes sobre o assunto, adicionada em um ciclo virtuoso de melhoria e conhecimento. Você consegue imaginar?

Como última dica, lembre que não importa o quanto turbinamos uma ideia antiga. Ela pode até parecer novidade, mas sempre vai ser a mesma ideia oldschool se repetindo.

Como convite, experimente pensar e colaborar sobre esse assunto. Enviar opiniões, ideias, críticas e colaborações. Experimente acessar seu blog preferido e se perguntar como ele seria se fosse colaborativo.

Enfim, venha fazer parte da evolução desse pensamento. Vamos conversar?

[Webinsider]

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+

  1. Danilo Moraes

    Os blogs foram reinventados ao longo do tempo. Hoje, muitas pessoas vem encarando ele de n maneiras diferentes. Eu utilizo como um porftólio pessoal onde posto assuntos de interesse, o que de fato resulta em me deixar atualizado sobre o assunto, ler a opinião dos outros, afinal de contas estudo publicidade e é importante isso. Agora fazer um mix de opiniões e um share de idéias sobre certo assunto parece ser muito interessante. Parabéns pelo post.

  2. Kleber Anderson

    Eu também gostei da idéia. Assim como o Danilo Moraes comentou, vejo a ferramenta como um espaço pessoal para poder expressar minhas idéias. Mas fiquei curioso sobre uma possível junção de pontos de vista.

    Tomara que que o projeto vá para frente!

    Abraço.

  3. Gabriel Ishida

    Seguindo a idéia de colaboração, eu e meu amigo criamos um blog que dependia da colaboração dos leitores para criar seu conteúdo. Foi para um projeto da faculdade e o utilizamos para pesquisar interatividade e colaboração em ambientes virtuais. O endereço é http://lamission2008.blogspot.com/
    Foi um semestre de pesquisa e postagens.

    E também escrevo para um blog que tem uma proposta bem livre de colaboração. Qualquer um pode escrever e ter seu espaço no blog. Contamos com mais de 20 autores e o número sempre aumenta. O blog é ambidestria.wordpress.com

  4. Fabio

    O que você está propondo não é muito parecido ou praticamente igual a sites como a wikipedia?

    Basta um pouco de criatividade para mudar o layout da ferramenta.

    abcs

    Fabio

  5. Keyne

    Essse assunto faz parte de um projeto meu que está na teoria já faz alguns anos. A primeira pessoa que vi passando perto deste conceito foi o Seth Godin, quando criou o Squidoo com suas Lens…

    Agora, temos por exemplo algo voltado para sustentabilidade que se chama http://www.wiserearth.org/ … Na realidade existem inúmeras startups nesse sentido, basta ver em http://www.netsquared.org/

    Cada um escolhe partir de um termo, mas na realidade o termo que definiria todos seria Internet. Não pegue um termo, ou como vc mesmo disse de idéia original, porque eu poderia chamar esta evolução de wiki, de páginas, de blog, ou simplesmente de uma nova aplicação web e por aí vai. Tudo é Internet, na realidade a proposta incial da Internet pós-guerra, como todos sabemos, é a gestão de conhecimento.

    O google wave é outro exemplo, cada um escolhe dar enfoque em um determinado estilo de interface, mas no fundo o conceito é o mesmo.

    Até…

  6. Iuri Brito

    Estamos com excelentes adições.

    Danilo, certamente o Blog Colaborativo é uma evolução natural. Como relatado avaliado em outros posts, significa Blog + Wiki = desenvolvimento de idéias.

    Caro Keyne, ótimos links e adições. O Google Wave é um outro passo para colaboração. Estamos falando de evolução do pensamento individual. Uma fonte de troca de idéias da persona com o coletivo.

    Por fim, excelente referência Gabriel. Imagino que com o artigo deve ter surgido ainda novas idéias de participação coletiva. Muito interessante.

    Vamos continuar contribuindo…

  7. Keyne

    Iuri, obrigado pela resposta. Sobre o google wave, o que quis dizer é que eles exploram o conceito da colaboração da mesma forma que você neste artigo, porém é claro eles fazem isso mostrando na prática e no estilo deles. Lá pode se iniciar pensamentos individuais também e em seguida quando achar convincente, incluir mais pessoas. O conceito é a evolução do conhecimento, informação, ou mesmo interação, baseado em pessoas ou opiniões, ou melhor em LENS como diz Seth Godin. Por isso o meu comentário.

    De qualquer forma, para completar, deixo aqui meus parabéns por resolver escrever sobre esse tipo de assunto, aguardo as próximas publicações.

  8. Durval

    É uma grande idéia, mas qual ferramenta utilizaríamos para criar este blog, pois pela idéia apresentada ele tem algumas características que o diferem do blog comum.