Muitas pessoas juntas todos os dias no mesmo lugar, realizando trabalhos estressantes. É natural que surjam conflitos no trabalho, quando imaginamos como o ambiente é favorável. Isso não é culpa das pessoas – é algo inerente ao ser humano, resultado do fato de que a vida é feita de decisões e é impossível agradar a todos sempre.

Brigas e discussões podem acontecer no local de trabalho de diversas formas; entre duas pessoas, times inteiros e entre chefes e seus chefiados. Ainda assim, por pior que pareça, existe solução para todo tipo de desentendimento. Confira, neste artigo, quais são os tipos de conflito no trabalho e algumas estratégias que podem ajudá-lo a resolvê-los.

Tipos de conflito no trabalho

Entender quais são os tipos de conflito no trabalho pode ajudar a ter mais compreensão com relação ao ponto de vista de cada lado. Veja alguns:

Conflitos de interdependência

Acontecem quando uma pessoa depende da cooperação da outra ou do resultado de seu trabalho. Um revisor atrasa seu trabalho, que resulta no atraso da publicação de um post, por exemplo.

Para evitá-los ou resolvê-los:

  • Garanta que as pessoas saibam delegar quando preciso
  • Treine as pessoas para que elas saibam ter conversas desafiadoras sem ser rudes
  • Defina consequências para quem gera impactos dessa forma

Diferenças de estilo

As pessoas têm jeitos diferentes de trabalhar. Você pode desejar que tudo esteja finalizado a tempo, enquanto outra pessoa prioriza a qualidade, mesmo que entregue depois da data final. Isso pode gerar muito conflito, que pode ser evitado quando os envolvidos procuram compreender os estilos diferentes e lidam com eles.

Diferenças de background

Conflitos também podem surgir por diferença de idade, nível de capacitação, experiências pessoais, etnia, opinião política e gênero. Para esses casos, é importante garantir a criação de uma cultura organizacional que respeite as diferenças e inspire esse respeito nas pessoas.

Diferenças de estilo de liderança

Cada líder tem seu estilo, alguns podem ser mais abertos e outros mais diretos, por exemplo. Funcionários que precisam lidar com diferentes líderes durante o dia podem se tornar confusos e irritados com essas variações. Aqui, é importante ter uma linha de valores e princípios que guiam a empresa. Assim, as decisões tomadas passam a ter mais consistência.

Choque de personalidade

Esse tipo de conflito no trabalho é normalmente iniciado pela percepção, por parte de uma pessoa, de determinados motivos e caráter de outra. Por exemplo: um líder chama a atenção de um liderado por atraso e o funcionário entende como uma perseguição. Essa é uma questão mais difícil de resolver. Vamos ver, a seguir, algumas estratégias de resolução.

Como resolver conflitos no trabalho

Situações de conflito são bastante específicas e vai do feeling de cada um o que fazer exatamente para resolvê-las.

Abrace o conflito

Nunca finja que nada está acontecendo. Quando um conflito surge, é preciso reconhecê-lo. Conforme o tempo passa, a tensão aumenta e deixar de lidar com a situação só piora as coisas. Encontre uma resolução antes que isso contamine o ambiente de trabalho e se torne parte da cultura.

Se você encontrar um conflito entre funcionários, encoraje-os a resolver. Se for entre dois times, é possível que o problema seja de comunicação. Caso seja uma questão pessoal, procure resolver de forma privada.

Converse

Reserve um tempo e converse sem ser interrompido com cada uma das partes. Quando todos de reunirem, cada um deve ter tempo para explicar o seu lado. Não deixe ninguém monopolizar a conversa e garanta que todos falem como estão se sentindo diante do conflito.

Forneça orientação

Se você é um líder, provavelmente terá, ou já teve que, mediar um conflito. Nunca tenha um lado. Mostre para todos que está lá apenas para resolver o problema. É possível que você seja o guia da conversa e, caso as emoções aflorem demais, retorne-a para o ponto de discussão, a fim de evitar mais brigas.

Ouça com cuidado

É essencial dar atenção total para a pessoa que está falando sobre um conflito no trabalho. Não interrompa. Pegue toda a mensagem que ela quer passar e repita com as suas palavras para mostrar que entendeu. Faça perguntas claras se necessário.

Ouvir é uma forma de ganhar entendimento. Não crie outro conflito tentando resolver algo que está incomodando as pessoas na sua empresa.

Encontre um acordo

As conversas com as partes de um conflito devem focar, primeiro, nos pontos de tensão. A resolução só é possível quando há entendimento de tudo o que está acontecendo. Para resolver, fale sobre pontos de vista em comum das pessoas. Foque sempre nas questões positivas da situação e construa confiança a partir disso.

Seja rápido no perdão

Todo conflito no trabalho precisa de resoluções rápidas que reconhece os sentimentos machucados e encontra uma solução para eles. Peça perdão e diga para a outra pessoa que você está arrependido. Se você é o mediador, faça com que a conversa chegue nesse ponto. Entrar em um acordo só para agradar pode trazer mais problemas futuros.

Consequências de conflitos no trabalho

Não importam os tipos de conflito no trabalho, ignorar não é o caminho. Para a empresa, fazer isso reduz a produtividade, aumenta as faltas, o turnover e diminui a felicidade geral do ambiente de trabalho.

Por isso, não deixe que as coisas escalem. Se você precisar ser o mediador, siga essas estratégias e procure resolver. Em alguns momentos, conflitos podem ser causados pelo perfil da pessoa, que não é o ideal. Quando isso acontecer, tome as precauções necessárias para não criar um clima de desconfiança.Será que o trabalho remoto ameniza os conflitos no trabalho? Descubra mais sobre essa prática: Trabalho remoto: como funciona e quando aplicar.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+