Para quem anuncia com links patrocinados há algum tempo, não é novidade o termo CTR (Click Through Rate) ou “Índice de cliques”, que mostra a média de visitantes que viram seu anúncio e decidiram clicar para saber mais.

Sistemas como o Google Adwords, quando calculam qual o custo que você terá que pagar por clique, consideram em outros fatores, o número de cliques que seus anúncios estão recebendo.

E este é um fator muito importante neste cálculo, pois ele indica como as pessoa estão reagindo as suas ofertas e anúncios. Se seus anúncios não recebem muitos cliques, você é penalizado com um custo mais caro por clique (CPC) e um seu posicionamento é prejudicado.

Mas caso você receba um número considerável de cliques, isso mostra que ou seu anúncios estão bem elaborados ou sua oferta é muito boa. Em ambos os casos, você é premiado pelo Google com palavras-chave mais baratas (custo CPC), pois é este tipo de anunciante que o Google procura.

Resumindo: Quando você têm um bom ou alto nível de CTR, você pode ter aquela preciosa vantagem competitiva sobre os outros anunciantes, seus competidores: melhor posicionamento de seus anúncios a um custo cada vez menor.

E isso a longo prazo, vai fazer toda a diferença.

Mas como aumentar o CTR de meus anúncios?

O que alterar em suas ofertas para recebam mais cliques? Isso pode ser muito mais fácil do que parece.

Um dos fatores mais importantes de seu anúncio é a “chamada a ação“, ou seja, quando você convida ou desafia o leitor a tomar uma determinada atitude em relação ao seu anúncio. Algo como “clique aqui”, “descubra hoje!” ou mesmo “Faça o download”.

Outro fator crucial para a eficiência de seus anúncios é a forma como você qualifica seu produto ou oferta. Eu chamo isso pessoalmente de “Adjetivos de Ouro“, que nada mais é um grupo de adjetivos que comprovadamente causam um determinado sentimento ou “reação emocional” no leitor, ressaltando seu anúncio entre os demais e estimulando a pessoa a querer saber mais.

Abaixo, montei uma pequena tabela com alguns “adjetivos de ouro” e “chamadas à ação”.


Tabela de Adjetivos e Chamadas a Ação

 

Vamos dar um olhada em como cada um desses adjetivos trabalha no sub-consciente dos leitores e e como eles podem ser estimulados a clicar mais em seus anúncios:

1. “Novo”

Ou seu cliente em perspectiva já possui seu produto ou não. E se você tem uma nova versão, ela provavelmente é melhor que a anterior, correto? As pessoas gostam de saber que estão tendo acesso a algo novo e de maior qualidade. O que soa mais interessante ao seu ouvido: “Sistema de rastreamento por satélite” ou “O NOVO sistema de rastreamento por satélite”? “Nosso serviço” ou “Nosso NOVO Serviço”?

Leia em voz alta e veja qual parece mais interessante e convidativo.

2. “Garantido”

Ninguém gosta de perder nada, todos querem tomar a decisão certa e minimizar as chances de erro. Você pode usar este desejo das pessoas a seu favor, se conseguir mostrar como seu produto vai cumprir o prometido. Certifique-se que sua oferta oferece segurança as pessoas e que elas se sintam com minimo ou nenhum risco ao adquirir seu produto ou serviço.

3. “Descubra”

A palavra “descoberta” causa um sentimento de que se é o primeiro a encontrar algo. Com link patrocinados, seus clientes queirem se sentir que eles são os primeiros a encontram seu produto ou serviço.

4. “Economize”

No mundo de hoje, as pessoas precisam economizar tempo, dinheiro, atenção ou problemas. Avise as pessoas que elas já estão economizando algo antes mesmo de elas virem ao seu website.

5. “Aprovado”

As pessoas não querem ser cobaias com seu produto ou serviço experimental. Mostrar como o que você oferece já foi testado e aprovado, minimiza outro elemento de risco que as pessoas podem sentir.

6. “Seguro”

Fazer uma compra online ou contratar alguem que você achou pela internet pode ser um pouco assustador para muitas pessoas. Por isso, você precisa mostrar como todas as etapas de compra ou relacionamento entre você e seus possíveis clientes é segura, para que elas se sintam mais inclinadas a visitar seu site e fecher negócio com você.

7. “Fácil”

Todos desejam uma vida mais fácil. E você precisa mostrar como ao compra de você, seu consumidores tornarão suas vidas mais fáceis do que se comprassem de seu competidor. “Fácil envio”, “Pedido Simplificado”, “Fácil Instalação” etc.

8. “Grátis”

Provavelmente o mais poderoso de todos! Todos querem algo que não tenha nenhum custo, faz parte da natureza humana. Se você têm algo a oferecer gratuitamente, certifique-se de que seus prospectos saibam disso. Utilize-o como seu diferencial de oferta.

Ok, agora veja a tabela abaixo. O que vamos fazer é escolher um destes “adjetivos de ouro” do lado esquerdo da tabela e simplesmente selecionar uma “chamada à ação” do lado direito para termos em instantes um poderoso anúncio.

Uso conjunto de adjetivos e chamadas em ação

 

Vejamos um exemplo de um produto chamado “Roteador ATA”.

Se usarmos os adjetivos de ouro “Descubra” e “Novo” junto com nossa chamada a ação “Pague menos!”, podemos ver no exemplo abaixo como este anúncio aumentou drásticamente o CTR do anúncio.

 

Tabela de Comparação entre anúncios de links patrocinados

 

E é isso aí!

Agora tente você em seus próprios anúncios! Crie sua próprias palavras e adjetivos de ouro, junto com chamadas à ação que sejam específicas à sua indústria ou nicho de mercado e veja o que as pessoas acham.

Você não paga nada a mais para criar novos anúncios, quantas vezes desejar. Mas têm muito a ganhar se encontrar a fórmula certa para seu público-alvo. Usem o espaço abaixo para dúvidas e comentários. Boa sorte a todos! [Webinsider]

.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+

  1. Felipe Veiga Dent VII

    Vocês são sempre excepcionais em suas matérias. Gostaria de agradecer a ajuda que vocês proporcionam a profissionais menos qualificados e curiosos do Brasil guaranil (como eu, em ambos eheheh).

    Adiciono que vocês poderiam fazer um tutorial com o Website Optimizer do Google Adwords, para ajudar quem não conhece. Me ajudou muito!

  2. Cesar Zeppini

    Nós publicitários costumamos usar bastante palavras como estas. Esse tipo de chamada em muitas propagandas comuns perde força, torna-se clichê, etc, mas em um link patrocinado onde a informação é escassa, uma boa saída é partir sim pra combinação dessas palavras e causar o maior impacto possível.

    Muito boa matéria.

  3. Maurício Albiero

    Matéria de grande valia. Excelente conteúdo, mas me corrija se eu estiver errado, ela trata apenas de aumento de cliques.
    Gostaria da opinião sobre o varejo na internet, no clique com mais qualificação. O clique que gera a venda. Será que a eficiência de um anúncio não seria um híbrido dessas dicas com algo mais palpável, como preço ou condições?
    Estou falando de casos comuns, onde a verba para as ações é muito reduzida.

    Mesmo assim, ótima matéria. Parabéns!

  4. Luiz Mentchell

    Fantástica a Matéria! Não somente o conteúdo, mas os gáficos fizerem a leitura do texto algo extramente prazeroso.

    Alias, outros autores poderiam seguir o exemplo do Pedro Superti aqui e adicionar mais imagens aos seus textos aqui do Webinsider, não é mesmo?

    Muito bom, aguardo mais matérias do tipo.