Estudar e trabalhar no exterior, aprender novo idioma, vivenciar culturas diferentes, acrescentar pontos no currículo… Se você está pensando em fazer as malas e cruzar fronteiras, vale a pena conhecer um pouco mais sobre o intercâmbio profissional.

intercâmbio profissional

Segundo a última Pesquisa Selo Belta, o setor de intercâmbio no Brasil movimentou US$ 2,2 bilhões em 2016. Apesar dos cursos de idiomas serem os preferidos dos brasileiros, existem várias outras opções e o intercâmbio profissional é uma delas.

O que é intercâmbio profissional

Essa é uma possibilidade de morar e trabalhar em outro país, por um tempo preestabelecido. As opções são variadas e você pode atuar em empresas, entidades sociais ou famílias, por exemplo.

Uma coisa que você deve ter em mente é que o intercâmbio profissional não significa ter um emprego e renda no exterior. Até mesmo porque existem atividades remuneradas e outras voluntárias também.

E quando se fala em remuneração, na maioria dos casos, não é grande coisa. Provavelmente, você terá que usar parte das suas reservas financeiras para ajudar nas despesas, enquanto estiver lá fora.

intercâmbio profissional

Ou seja, considere como principal ganho do intercâmbio profissional a oportunidade de uma experiência no exterior, conhecendo lugares, pessoas e costumes que vão contribuir para o seu crescimento pessoal, podendo turbinar a sua carreira também.

Quem pode participar de um intercâmbio profissional?

intercâmbio profissional

Qualquer pessoa que esteja disposto a dar uma pausa por aqui e experimentar algo lá fora pode se candidatar a um intercâmbio profissional. Em alguns casos, existem limitações de idade. Então, você deve procurar o que melhor se enquadra ao seu perfil e aos seus interesses.

O conhecimento básico do idioma do país de destino é pré-requisito para todos os tipos de intercâmbio. É bom, ainda, ter algum dinheiro para os preparativos (agência de apoio, passaporte, visto etc), viagem, hospedagem e até para algumas atividades extras e de lazer no período do intercâmbio.

Como será essa experiência?

Você vivenciará uma experiência única. Precisa estar aberto para as mais diferentes situações. E até mesmo para a possibilidade de um trabalho muito, mas muito cansativo.

Por isso, é importante pesquisar com cuidado sobre o trabalho, o lugar, as pessoas com as quais irá se relacionar, os costumes etc. Se você concluir que será uma boa oportunidade, é só arrumar as malas e partir nessa aventura.

5 exemplos de intercâmbios profissionais

1. Talentos Globais

intercâmbio profissional

Essa é uma modalidade de intercâmbio profissional que está entre as mais procuradas pelos brasileiros. Trata-se de um programa da AIESEC, uma organização sem fins lucrativos.

Pelo programa Talentos Globais, você pode trabalhar de 3 a 12 meses no exterior, com remuneração, em empresas dos mais variados segmentos. Os destaques são para os profissionais de Educação, Gestão, Engenharia, Relações Internacionais e Tecnologia.

2. Estágio

intercâmbio profissional

Estágio é uma opção para quem quer trabalhar em sua área de formação. No entanto, as vagas são limitadas e a concorrência é grande. Por aí dá pra ver que as chances são reduzidas nesse tipo de intercâmbio profissional.

Mas tenha em mente que ser difícil não significa ser impossível. Se você quer muito, invista energia nessa oportunidade. Gastronomia, Turismo e Hotelaria destacam-se entre os segmentos com alta demanda e que remuneram os participantes.

Austrália, Canadá, Estados Unidos, Irlanda e Nova Zelândia são países que aceitam aliar experiência acadêmica e profissional. No entanto, cada um oferece oportunidades diferentes e tem suas próprias regras.

3. Work and Travel

Intercâmbio profissional

Se você é universitário e tem entre 18 e 28 anos de idade, aqui está uma oportunidade de vivenciar uma experiência profissional nos Estados Unidos. Pelo Work and Travel é possível trabalhar durante as férias.

Esse é um programa regulamentado pelo governo americano e as funções são geralmente operacionais. Entre elas, estão caixa de fast food, garçom, assistente de cozinha etc.

O intercambista pode ficar de 3 a 4 meses nos EUA, sendo que 1 mês é livre para viajar e conhecer o país. Como o pico ocorre no período de novembro e fevereiro, o estudante não tem problema de presença na escola brasileira.

Intercâmbio profissional

4. Au Pair

A oportunidade de Au Pair é para as mulheres, com idades entre 18 e 26 anos. Por meio desse intercâmbio profissional, elas podem trabalhar nos Estados Unidos como babás, por até 1 ano, morando nas casas das famílias.

As intercambistas cuidam das crianças, ajudam nas tarefas escolares e acompanham nas atividades de lazer. O trabalho é remunerado e entra na lista dos programas de intercâmbios mais econômicos.

5. Trabalho voluntário

Intercâmbio profissional

Aqui está uma oportunidade de vivenciar uma experiência internacional fantástica, mas você não vê a cor do dinheiro. É muito interessante para as pessoas que querem atuar em uma causa específica, por exemplo.

Importante ressaltar que um trabalho voluntário também tem peso significativo num currículo profissional.

Quanto custo um intercâmbio profissional?

Não existe resposta única para essa pergunta. Porque tudo vai depender do tipo de trabalho que você está procurando, destino, duração do intercâmbio, hospedagem, entre outras variáveis.

A dica é pesquisar tudo e montar uma planilha de orçamento bem detalhada, antes de tomar a sua decisão. Considere, inclusive, despesas extras e imprevistos. E a variação do câmbio também.

Intercâmbio Profissional

Devem constar no seu orçamento as despesas com passaporte, visto, seguro de saúde, traslado do aeroporto, hospedagem, alimentação, transporte diário, viagens e lazer, celular, internet, compras etc.

Algumas pessoas garantem que a AIESEC é uma das formas mais baratas de intercâmbio internacional. Vale a pena pesquisar.

Onde encontrar programas de intercâmbio profissional?

Você já sabe o que é e como fazer um intercâmbio profissional. Agora, você deve pesquisar bastante e decidir o que realmente quer. Depois, procure por uma empresa ou instituição de credibilidade para apoiá-lo nesse processo. Você vai encontrá-las na internet, mas uma dica é buscar referências com alguém que já tenha participado de um programa semelhante.

Você já participou de intercâmbio internacional? Compartilhe conosco a sua experiência!

E pra você que está pensando em se aventurar pela primeira vez em outras terras, desejamos muito sucesso. Boa viagem!

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+