Todo profissional sonha em ser reconhecido no emprego, receber uma promoção ou tornar-se um líder. Mas todos estes objetivos exigem preparação e plano de carreira.

Investir na carreira sempre vale a pena, mas até que ponto sua carreira participa do seu plano de vida? Ambas estão diretamente ligadas, pois com o tempo, seus objetivos e metas mudam.

O que é plano de carreira?

De forma geral, o plano de carreira é uma forma de você planejar aonde deseja estar profissionalmente daqui alguns anos, e permite uma análise das suas ações presentes e como elas irão definir seu objetivo futuro.

Empresas também definem planos de carreira para seus funcionários. O plano define os passos que o funcionário irá percorrer dentro da empresa, ajudando-o a desenvolver ainda mais suas habilidades.

O plano de carreira desenvolvido pela empresa exige que um funcionário analise honestamente seus objetivos, habilidades, conhecimentos necessários, experiências e características pessoais.

Mas a principal pessoa que irá construir seu plano de carreira é você mesmo. Seus objetivos profissionais irão interferir diretamente na realidade do seu plano de vida.

Ter um plano de carreira é extremamente importante. Isso irá ajudá-lo a gerenciar a direção que você deseja que sua carreira siga, as habilidades e conhecimentos que é preciso e como obtê-los.

Remuneração e plano de carreira

De acordo com uma pesquisa feita pela Michael Page, 74% dos brasileiros pensam em mudar de emprego. Mesmo com o mercado apresentando poucas oportunidades formais, este dado é importante para mostrar como a falta de perspectiva de crescimento é grande.

E um dos grandes fatores que geram a desmotivação é a remuneração. Não é incomum encontrar bons profissionais, que muitas vezes desenvolver múltiplas funções dentro da empresa e são mal remunerados.

Não que a escolha da carreira deva se basear exclusivamente na remuneração, mas em um mercado tão concorrido, o desenvolvimento de um plano de carreira, deve levar em conta o dinheiro, já que isso também é um fator que afeta o plano de vida.

Veja também: Não invista o dinheiro que sobrar no final do mês

Qual é o seu plano de vida?

Muitas pessoas, principalmente jovens que estão ingressando agora no mercado de trabalho, não sabem a importância de construir um plano de vida e conciliar isso com a carreira.

Um plano de vida não se resume somente aos seus sonhos, mas sim nos seus objetivos e as maneiras de atingi-los. Ele articula suas propriedades pessoais. Mostra quais são as ações necessárias para leva-lo aonde você deseja estar.

O plano de vida reflete também a sua situação financeira. Qual é o seu plano de vida? Fazer uma viagem dos sonhos ou fazer uma grande festa de casamento? Quais são os passos necessários para cumprir seus desejos?

É nesse momento que o plano de vida e o plano de carreira se encontram. Ao fazer um plano de vida, é necessário ser realista em relação a sua situação financeira.

Como criar um plano de carreira?

Sente que está na hora de criar um plano de carreira? Há alguns passos que ajudam a construí-lo. Veja como dar mais atenção a si mesmo e descobrir o que deseja para a sua carreira.

  1. Faça uma auto avaliação

A primeira coisa a ser feita na construção do plano de carreira é fazer um balanço de onde você está profissionalmente. O seu cargo e currículo dizem muito sobre o que você faz, mas experimente anotar o que você realmente faz.

Comece anotando suas principais responsabilidades, coisas que você gostaria de colocar no seu currículo e o tempo que você gasta fazendo o seu trabalho.

Resumindo, mantenha o hábito de manter um diário sobre o seu trabalho, incluindo suas atividades, falhas e sucessos. Toda semana, classifique a lista em coisas que você odeia, coisas que você ama fazer e coisas que você deseja poder fazer mais.

Agora, pense no longo prazo. Você quer continuar fazendo essas mesmas coisas em um ano? Ou em dois ou cinco anos? Você quer continuar no mesmo emprego ou na mesma área?

Todas essas perguntas irão ajudar na construção do plano de carreira, pois ajuda a determinar o que você gosta de fazer e quais tarefas são desenvolvidas de forma mais eficaz.

  1. Examine seus hobbies

O plano de carreira oferece um excelente momento para pensar nas atividades que você gosta de fazer quando não está trabalhando. Muitas vezes, hobbies dão uma ótima visão sobre o futuro da sua carreira.

Pense em transformar o seu hobby em uma carreira. Pode parecer arriscado, mas transformar sua paixão em seu trabalho é uma ótima maneira de ser bem-sucedido.

  1. Defina seus objetivos

Desenvolva um roteiro para o seu trabalho e sucesso profissional. Você pode ser bem-sucedido sem estabelecer metas? Claro. Mas tenha certeza que será mais bem-sucedido definindo objetivos.

Este é um dos principais componentes do plano de carreira. Pense onde quer estar a curto e a longo prazo. Uma vez que você inicia esse processo, terá munição para ir revisando e ajustando esses objetivos, conforme seus planos progridem ou mudam.

  1. Explore novas oportunidades de aprendizado

Pode parecer um pouco clichê, mas a informação realmente leva ao sucesso. Passe a pensar em suas chances de aprender mais como pessoa e como profissional.

Parte do plano de carreira é encontrar novas oportunidades de aprendizado, para encontrar novas formas de melhorar ou promover sua carreira. Não tenha medo em investir em uma pós-graduação, mestrado ou curso para incrementar seu currículo e ganhar mais prestigio.

  1. Tomada de decisão

Esta etapa envolve uma avaliação dos prós e contras da sua carreira. Assim como o que é prioridade e para alguns, assumir alguns riscos. Você está disposto a se arriscar e mudar de carreira ou empresa?

A capacidade de gerenciar várias opções ao mesmo tempo e manter uma atitude positiva diante de incertezas pode ser fácil para alguns, mas sempre gera medo. Nessa hora, seus objetivos pessoais devem fazer parte da decisão.

Além disso, considere o que é importante para você. Todos nós temos valores, necessidades e motivações diferentes. Nosso trabalho sempre ocupará uma boa parte do nosso dia, e isso tem impacto direto na nossa vida, incluindo nosso humor e bem-estar.

Por isso, conciliar seu plano de carreira com o plano de vida é tão importante. Você deve avaliar cuidadosamente seus valores e necessidades ao planejar sua direção profissional e pessoal.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+