Onde a economia não está indo bem nos EUA

09 de julho de 2014

Mapa interativo do New York Times mostra os lugares onde a vida é mais difícil nos Estados Unidos e usa uma boa solução visual para mostrar os dados.

A seção Upshot do New York Times publicou um mapa interativo dos EUA mostrando dados socioeconômicos essenciais para cada condado (região municipal) do país.

O jornal avaliou seis indicadores críticos em 3.135 condados: educação (percentual da população com formação superior); renda média por domicílio, taxa de desemprego, percentual de pessoas com deficiências (recebendo pensões do governo por isso), expectativa de vida e percentual de obesidade. Os dados geraram um ranking geral dos condados do país.

O Upshot queria incluir outros indicadores (mobilidade de renda e qualidade ambiental, por exemplo), mas esses blocos de dados não estavam disponíveis para todos os condados dos EUA.

Os condados com os piores indicadores formam um conjunto de localidades próximas dos Montes Apalaches no estado de Kentucky (Breathitt, Clay, Jackson, Lee, Leslie e Magoffin) e alguns outros em regiões rurais do Sul do país. São localidades muito pobres, com baixos indicadores de saúde e renda, com a economia arruinada e sem perspectivas de recuperação em curto prazo.

Como outros locais similares no país, eram regiões industrializadas na primeira metade do século 20 que foram devastadas por crises econômicas e mudanças tecnológicas.

No outro extremo da escala, os condados mais prósperos estão próximos da capital Washington. Mas em primeiro lugar, está o condado de Los Alamos, no Novo México, sede do Los Alamos National Laboratory, base científica do arsenal nuclear dos Estados Unidos.

Clique na imagem para ver o mapa interativo

http://www.nytimes.com/2014/06/26/upshot/where-are-the-hardest-places-to-live-in-the-us.html?smid=fb-nytimes&WT.z_sma=UP_WAT_20140627&bicmp=AD&bicmlukp=WT.mc_id&bicmst=1388552400000&bicmet=1420088400000&_r=3#

[Webinsider]

…………………………

Leia também:

…………………………

Conheça os cursos patrocinadores do Webinsider

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *