LCI e LCA: investimentos para sonhos de longo prazo

Nova Escola de Marketing
19 de julho de 2017

LCI e LCA são opções que vêm conquistando cada vez mais brasileiros dentre os investimentos de renda fixa.

LCI e LCA: investimentosOpções que vêm conquistando cada vez mais brasileiros dentre os investimentos de renda fixa, LCI e LCA são bastante interessantes para preservar capital para conquistar sonhos de médio e especialmente de longo prazo.

Isso porque há uma carência mínima de 90 dias para resgate e, de acordo com o banco e o papel, pode ser possível resgatar o valor apenas após um período maior, após um ou mais anos.

Outros permitem o resgate antes da data acordada, porém garantindo apenas um percentual do rendimento total.

Por não não terem liquidez diária, não são investimentos indicados para manter uma reserva financeira. Afinal, se conseguir resgatar o valor antes do prazo, frente a uma emergência, pode acabar com rendimentos mais baixos.

Lembre-se: a reserva financeira para imprevistos precisa ser mantida em fundos com liquidez diária.

As principais vantagens do LCI e LCA: são isentos de Imposto de Renda, não têm taxas de administração e são protegidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O FGC garante o ressarcimento de até R$ 250 mil por CPF no banco – desde que o valor esteja distribuído em fundos garantidos.

A rentabilidade geralmente é pós-fixada, recebida no final da aplicação. No mercado, há títulos pré-fixados, mas estes são mais difíceis de serem encontrados. Para entender o porquê desta diferenciação, é preciso entender o que são LCI e LCA.

Trata-se de Letras de Crédito Imobiliário (LCI) ou do Agronegócio (LCA), títulos emitidos pelos bancos destinados ao cada um dos mercados. Portanto, ao contrário de títulos do tesouro direto, poupança e CDBs, sua disponibilidade não é criada a qualquer momento, e sim depende de um lastro no mercado.

Uma desvantagem, além da liquidez e do período mínimo para resgate, é que é exigido um valor mínimo para o investimento inicial. Ele tende a variar entre bancos e papéis, mas costuma corresponder a milhares de reais.

Para começar a investir, é preciso pesquisar em instituições bancárias e corretoras buscando a melhor rentabilidade e os melhores prazos, de acordo com o sonho que irá realizar. [Webinsider]

. . . . . .

Como fica a poupança com a Selic em queda?

Invista em marketing de forma adequada

Dieta financeira: conquiste 120 mil em 10 anos

Tenha 360% sobre a sua renda em um ano

Tesouro Direto: é preciso analisar os prós e contras

Como começar a investir na Bolsa

. . . . . .

Leia também:

Investir na carreira traz retorno a médio prazo

Quando é indicado investir em CDB e RDB?

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *