O Justin Cutroni, Analytics Advocate ou “Defensor do Analytics” no Google, disponibilizou no site dele em agosto de 2012 uma lista de relatórios personalizados e segmentos avançados para SEO no Google Analytics.

Você pode baixá-los e instalá-los de forma automática a partir dos links inseridos no artigo dele. Antes, verifique se você está conectado na sua conta do Google Analytics.

Segue uma descrição e explicação em português sobre diversos relatórios personalizados e segmentos avançados lá disponíveis.

Relatórios Personalizados

General SEO report (Relatório geral de SEO) – Relatório customizado com várias abas:

  • Organic Traffic Sources (Fontes de Tráfego Orgânico) a respeito dos mecanismos de buscas;
  • Organic Keywords (Palavras Orgânicas) com dados sobre as palavras;
  • Organic Landing Pages & Keywords (Palavras e Páginas de Destino Orgânicas) com duas dimensões “Página de destino” e “Palavra-chave” mostrando quais páginas receberam tráfego de quais palavras.

(not provided) Analysis (Análise do “not provided”)

Já sabemos que o Google bloqueia os dados de palavras chave dos usuários logados e isso não vai mudar. Esse relatório possui métricas que permitem ter um melhor discernimento sobre quais páginas de destino estão levando o maior tráfego desses usuários e o comportamento deles nessas páginas.

Non-Branded Keyword Performance (Desempenho de Palavras Sem Marca)

A parte principal do SEO é de focar nas palavras genéricas e específicas do negócio. Esse relatório utiliza um filtro simples para excluir os termos de busca. Também possui um filtro para excluir a palavra (not provided).

Referring Pages Report (Relatório de tráfego de referência)

Esse relatório é composto por duas dimensões que são a origem e o caminho de referência. Ele pode ser muito útil para desenvolver um trabalho de Link Building. Ele permite saber que sites estão lhe enviando tráfego e que páginas do seu site estão recebendo esse tráfego. A vantagem com esse relatório é de poder enxergar facilmente se você está recebendo tráfego valioso a partir de links. Ajuda também a procurar oportunidades de parceria com sites terceiros.

Segmentos avançados customizados (com expressões regulares)

Non-Branded Traffic (Tráfego Sem Marca)

Este segmento cria uma visão clara de quais são os termos de pesquisa genéricos e específicos (palavras e expressões chave) que levaram os usuários até seu site. Isso limpando os termos de marca através de filtros.

(not provided) Traffic (Tráfego do “not provided”)

Esse segmento é especialmente útil quando você aplicá-lo juntamente com outro segmento avançado. Você pode facilmente comparar o comportamento das pessoas logadas as outras que chegaram pela busca orgânica.

Multi-Word Organic Data (Dados Orgânicos Multi-Palavras)

Segmentar seus dados com base no número de palavras-chave pesquisadas pode ser de grande ajuda.

Os usuários estão usam montes de termos na busca. A medida que as pessoas vão se acostumando com os motores de busca, cada vez mais eles entendem que podem ser mais descritivos na procura para obter o resultado desejado rapidamente. Ele disponibiliza três segmentos avançados: uma palavra (head keyword), duas palavras (midtail) e três palavras (longtail).

O Justin Cutroni, nesse artigo, comenta também sobre outros relatórios úteis, assim como sobre customizar alertas e dá uma dica de modificação no código do GA para adicionar novos motores de busca que o Google Analytics já não conheceria.

Adicione-me ao Google+ e siga-me no Twitter @EricApesteguy.

Leia mais artigos do autor no blog: Inbound Marketing

[Webinsider]

…………………………

Leia também:

…………………………

Acompanhe o Webinsider no Twitter e no Facebook.

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+