Desconcentrar o poder para lidar com a complexidade

13 de setembro de 2014

A sociedade vai se mover naturalmente em direção à descentralização do poder. Ele deixará de ser concentrado quando tivermos ferramentas digitais em rede para descentralizá-lo com sustentabilidade.

cabeca_cheiaPodemos dizer que nossa espécie vive pela primeira vez os efeitos radicais de um pico populacional.

O salto em 200 anos de 1 bilhão para 7 bilhões nos ensina muita coisa.

Mais gente é sinal de mais complexidade, tanto em quantidade como em qualidade.

Só há duas formas de lidar com o aumento de complexidade:

  • a mais simples: concentrar o poder;
  • a mais sofisticada: desconcentrar o poder.

O poder será concentrado até o momento que tenhamos ferramentas para descentralizá-lo com sustentabilidade.

Isso só é possível quando criamos novos ambientes cognitivos, empoderados por novas tecnologias cognitivas. Neste momento, podemos começar a dar mais poderes para as pontas para tomar decisão.

Todo o movimento que assistiremos no século XXI na sociedade será na direção da descentralização de poder, através das novas ferramentas digitais em rede. Com elas, é possível liberar a diversidade, pois temos mais elementos para gerenciá-la, através da colaboração de massa.

Não adianta pedir que as pessoas sugiram mudanças, se não há capacidade gerencial de processá-la. Quando isso não acontece, o que se faz ou é fingir que vai se resolver, ou simplesmente não se pede.

Novas organizações produtivas que estão surgindo são aquelas que usam o reputacionismo digital, que permite criar uma comunicação matemática para que essa conversa seja novamente possível.

Assim, não é a internet que vai mudar o mundo, mas o potencial que ela abre para que mais gente possa participar com a sua diversidade para que lidemos de forma mais sustentável com o radical aumento da complexidade.

É isso, que dizes? [Webinsider]

…………………………

Leia também:

…………………………

Conte com o Webinsider para seu projeto de comunicação e conteúdo

>>> Veja como atuamos.

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *