Conheça as rodadas de financiamento para startups

15 de setembro de 2014

Rodadas de investimento diferem de acordo com o estágio alcançado pela startup. Quando estas rodadas são alocadas mediante investidores profissionais, são chamadas internacionalmente de Series. Veja quais são.

rodadas de investimento para startupsSegundo a Associação Brasileira de Startups, uma startup é:

Uma empresa de base tecnológica, com um modelo de negócios repetível e escalável, que possui elementos de inovação e trabalha em condições de extrema incerteza.”

Ao estabelecer elementos de inovação e operar em condições de incerteza, o fundador de uma startup necessita de capital para testar e modelar seu serviço/produto para poder alcançar seus objetivos.

Por conta dessa condição de extrema incerteza, startups são capitalizadas, de forma genérica, por investidores de risco, chamados Venture Capitalists.

O chamado lifecycle (ou ciclo de vida) de uma startup se desenvolve através das chamadas rodadas de investimento. Como o capital é globalizado, os jargões internacionais são utilizados em qualquer país, e embora os valores não sejam padronizados, normalmente as rodadas de investimento em startups seguem algum parâmetros.

Após o fundador iniciar seu plano de negócios, necessita levantar recursos para testar e por em prática suas ideias comerciais. Daí, o capital se faz necessário e o fundador precisa se preparar para o pitch, a apresentação de seu negócio para o mundo capitalista.

Muito comum em startups as primeiras rodadas de investimento serem aportadas por familiares e amigos. Um exemplo clássico ocorreu com a Amazon, cujos pais e irmãos de seu fundador, Jeff Bezos, foram os primeiros a acreditar no negócio e hoje são acionistas de um negócio bilionário.

Rodadas de investimento diferem de acordo com o estágio alcançado pela startup. Quando estas rodadas são alocadas mediante investidores profissionais, são chamadas internacionalmente de Series.

De forma geral, temos:

1. Series Seed

Tipicamente, uma Series Seed (Investimento Semente) se dá nos estágios iniciais das startups, para definir as bases do negócio, formalizar sua atividade, iniciar produção e auxiliar na contratação de colaboradores.

Aqui já se tem uma definição do serviço/produto, e se busca conquistar mercado e criar uma base inicial de usuários que validem a ideia. Os montantes de aporte de capital variam, normalmente chegando a 2 milhões de dólares, e quem investe são Angel Investors (investidores anjo) e também podemos ter fundos de Venture Capital nesse estágio, dependendo de quão atrativo e consistente o negócio pode ser a estes fundos. Também é comum a entrada da startup numa aceleradora ou incubadora, empresas que oferecem consultoria, mentoria e investimento em troca de participação nas ações.

2. Series A

Aqui a startup já definiu e aprimorou seu modelo de negócios, alcançou um mercado e base de consumidores, e seu serviço/produto já está consolidado. Essas startups buscam então uma Series A Round (Rodada Serie A).

A Series A Round visa proporcionar uma escala de produção, otimizar os caminhos de distribuição, adaptar o serviço/produto para outros mercados e também refinar seu modelo de negócios. Os valores envolvidos em uma Serie A podem ir de 2 milhões de dólares até 15 ou 20 milhões. Como exemplo recente temos o investimento do fundo Benchmark no Uber.com. Fundos de Venture Capital normalmente estão por trás de Series A Rounds.

3. Series B

Após uma startup se consolidar, uma Serie B Round pode trazer escala ao negócio. Aprimoramento de processos, contratações nas áreas de vendas e marketing, criação de novos departamentos, buscar novos mercados, e mesmo adquirir outras empresas para agregar valor ao negócio são os principais propósitos de uma Serie B Round. Os valores podem chegar às dezenas de milhões, e como exemplo, temos o fundo Accel aplicando 40 milhões de dólares no Angry Birds.

O investidores de Series B Rounds normalmente são os mesmos das Series A.

4. Series C

Tipicamente uma Series C Round acontece para acelerar uma startup em tudo que for possível após uma Serie B. Adquirir outras companhias, lançar o serviço/produto em mercados internacionais, e acelerar o crescimento são os principais propósitos buscados nesse estágio de uma startup. Os montantes de uma Serie C podem chegar a centenas de milhões de dólares. Quem investe são ainda fundos de Venture Capital, e também empresas de Private Equity, fundos de Hedge, braços de investimento de bancos como Morgan Stanley, ou grandes empresas de fundos, como a Tiger Global.

Fundadores de startups necessitam obter o máximo de informação antes de sentar do outro lado da mesa em que está seu potencial investidor. O entendimento dos detalhes de uma rodada de investimento faz parte da lição de casa de qualquer empreendedor que tenha a intenção de fazer sua ideia virar realidade. [Webinsider]

…………………………

Leia também:

…………………………

Conte com o Webinsider para seu projeto de comunicação e conteúdo

>>> Veja como atuamos.

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

4 respostas para “Conheça as rodadas de financiamento para startups”

  1. Na rodada semente, pode ser incluido os valores de prolabore dos fundadores para que esses tenham uma estabilidade ja no inicio do projeto e se dediquem fulltime para a startup? tem algum valor padrão para o prolabore? Existe algum canal que seja mais confiavel para aporte de capital?

  2. […] mas, principalmente, agregar valor após a captação – ou pelo menos até uma rodada de Série A, quando um fundo institucional realiza um novo aporte financeiro e envolve seu time de analistas e […]

  3. Rodney de Castro Peixoto disse:

    Maikon,

    Em breve aqui no Webinsider pretendo abordar este tema, que e amplo e repleto de variáveis.
    Abrs

    Rodney de Castro Peixoto

  4. Maikon disse:

    É difícil achar informação no que diz respeito aos direitos que o investidor passa a ter no negócio ou como o investimento retorna para ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *