Estratégias para escolher o assunto no e-mail marketing

Nova Escola de Marketing
23 de maio de 2016

A boa escolha do assunto no e-mail marketing faz com que as mensagens sejam abertas por muito mais pessoas. Veja cinco boas dicas.

como escolher assunto no e-mail marketingVocê já parou para pensar em quantos e-mails você recebe por dia? Newsletters, recados do trabalho, reuniões, convites para eventos, promoções, cupons de desconto, notificações de mídias sociais…

Sempre há algo acontecendo e é preciso muita força de vontade para lutar contra a procrastinação e deixar a caixa de entrada limpinha, com todas as tarefas encaminhadas (os adeptos do Getting Things Done podem discordar).

Mas a grande questão para nós, profissionais de marketing, é: o que faz com que você abra uma mensagem? O assunto do e-mail é de suma importância para que isto aconteça. Afinal, a primeira impressão tem uma forte impacto quando estamos em meio a tantas informações.

Trata-se de um processo rápido: os usuários veem uma nova mensagem e se perguntam: “será que abrir este e-mail vai me trazer algo de positivo?”. A começar pelo título, a sua tarefa é mostrar que sim! Mas como trazer assuntos para e-mail marketing inusitados, cativantes e capazes de chamar atenção em meio a tanta informação?

Seguem algumas dicas que podem ajudar a conquistar cada vez mais resultados com e-mail marketing.

1. Opte pela simplicidade

O triunfo do minimalismo na arquitetura e na moda, bem como a fissura dos fãs da Apple pelo design dos produtos da marca têm um explicação: menos é mais. De acordo com nossa experiência com e-mail marketing, assuntos curtos e descritivos têm um desempenho melhor em relação a assuntos complexos demais.

Não há nada como uma abordagem sucinta quando o usuário já tem uma conexão com o conteúdo que está sendo entregue. Notificações sobre atrasos de assinatura, expiração de serviços, entrega de pedidos, dentre outros, já utilizam esta abordagem. Nestes casos, nós sequer precisamos abrir o e-mail para vermos o que está acontecendo. Por isso, tenha cuidado: seja sucinto, mas chame atenção para a mensagem que você tem a transmitir!

2. Uma abordagem bem-humorada

Seu negócio já utiliza um tom casual nos demais conteúdos que oferece? É hora de despertar o senso de humor em sua equipe de marketing! A abordagem bem-humorada no e-mail marketing já se consolidou em empresas como o Buzzfeed, do qual falaremos adiante, e foi amplamente adotado em portais de notícias.

O YouPix, por exemplo, insere textos atrativos no campo de assunto das suas newsletters, antecipando as tendências que serão informadas no e-mail. Fica difícil conter a curiosidade!

No Brasil, a cultura de vendas se baseia fortemente na oralidade. Convoque o leitor como se você estivesse próximo a ele, chamando-o para a sua tenda de novidades imperdíveis.

Vale também uma dica: caso o seu email seja um informe sobre um novo produto ou serviço, procure focar nas vantagens que ele poderá oferecer ao leitor. Concentre-se no cliente e não no produto. Desta forma, ele se identificará em sua mensagem e não a verá apenas como mais uma oferta desnecessária.

3. Utilize apenas uma palavra

Voltamos ao minimalismo. Uma estratégia efetiva para atrair atenção para um e-mail marketing é recorrer a uma única palavra no campo de assunto.

Observe a estrutura de organização de uma ferramenta como o Evernote ou o Gmail. As categorias contêm apenas uma palavra, concedendo um certo alívio em meio a tantas informações. Quando temos uma caixa cheia, o que se sobressaem são as estruturas mais limpas, que possam concentrar o nosso olhar – designers podem oferecer uma explicação mais completa com algumas referências à teoria de Gestalt.

Em uma das campanhas políticas mais bem-sucedidas e estudadas, a equipe de Barack Obama utilizou apenas um “hey” no campo de assunto, trazendo um tom familiar que despertava a curiosidade dos leitores. Afinal, o que Barack Obama teria a dizer a cada um deles com este cumprimento?

Este é um exemplo de como a disposição visual dos textos pode influenciar o nosso olhar sobre eles. Um blog post com parágrafos mais curtos e fonte sem serifas, por exemplo, nos deixa mais dispostos à leitura em relação a um PDF acadêmico com fonte Times New Roman.

4. Estilo Buzzfeed: assuntos com números e listas

O Buzzfeed é um verdadeiro fenômeno da internet. Suas listas contagiaram o fazer jornalístico e a blogosfera independente, e tamanho sucesso tem um motivo: em meio a tantos conteúdos e afazeres, listas são uma maneira sucinta e eficiente para informar leitores apressados.

Além disso, elas são fáceis de serem processadas e criam curiosidade, especialmente se aliadas a números.

Da mesma forma que os títulos minimalistas de uma palavra, as listas naturalmente chamam atenção de nosso olhar por terem um apelo visual. Este artigo bem-humorado da revista New Yorker disserta sobre as razões de amarmos tanto este formato. Vale a leitura!

5. Assuntos personalizados

Se a segmentação é uma estratégia essencial para o sucesso de uma campanha de e-mail marketing, a personalização torna-se um recurso eficiente para conquista a atenção de um leitor. E isto não envolve somente inserir o nome do assinante no campo de assunto – aliás, diversos usuários acreditam que este é um sinal para um spam.

Utilize as informações que você possui sobre o seu público para cativá-los através de seus interesses específicos. Afinal, você não enviará um mesmo e-mail para os diversos públicos nos mais diferentes estágios do seu funil de vendas, certo?

Concluindo…

O e-mail marketing já foi tido como uma ferramenta ultrapassada no início da explosão das redes sociais. Porém, ele jamais foi tão indispensável. Afinal, de acordo com um estudo da empresa McKinsey&Company, a taxa de conversão de compra de e-mail marketing é cerca de 40 vezes maior em relação a de redes sociais como o Facebook e o Twitter.

De acordo com este mesmo estudo, as pessoas estão três vezes mais dispostas a comprar através do e-mail marketing. Afinal, elas já se sentem mais próximas à companhia quando oferecem dados como o e-mail para estabelecer contato. Quer ferramenta de geração de leads mais poderosa do que esta?

Por isso é tão importante estabelecer critérios e estratégias para construir assuntos para e-mail marketing cativantes, que possam capturar a atenção do leitor em meio a diversas informações.

Isto demonstra como uma simples linha para nomear um e-mail envolve estratégias de marketing de conteúdo.

E você, qual tipo de assunto é seu preferido quando estamos falando de e-mail marketing? Compartilhe com a gente nos comentários. [Webinsider]

. . .

Não deixe seu e-mail marketing morrer na caixa de spam

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Uma resposta para “Estratégias para escolher o assunto no e-mail marketing”

  1. Renate disse:

    Oi André! Gostei da abordagem, apenas senti falta de links para as empresas e exemplos mencionados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *