O mar está pra peixes. Se você quer investir em negócios, pense na possibilidade de atuar no mercado mobile. Apesar de não ser novidade por aqui, esse segmento tem ganhado força e com perspectivas de crescer ainda mais.

Mercado mobile

Mercado mobile em ritmo acelerado

As pesquisas mostram que o mercado mobile brasileiro expandiu 53%, em 2013, e 90%, em 2015. E esse crescimento continua ano a ano. Afinal, cada vez mais pessoas usam os dispositivos móveis (em especial o smartphone) e aplicativos para as tarefas do cotidiano.

Você chama um carro, pega carona, aluga apartamento, compra passagens aéreas, pede comida, adquire o ingresso para o seu show predileto, lê um livro, programa as suas férias, compara preços, faz check in, paga contas… Pensou em mais alguma coisa? É quase certo que pode adquirir esse produto ou serviço, usando o celular.

E você sabe o que esses consumidores querem? Comodidade, conforto e conveniência. É por isso que os aplicativos (apps) puxam o mercado mobile. Somente no Brasil, as pessoas dedicam, em média, 80% do seu tempo nos dispositivos móveis com os apps.

O Brasil destaca-se entre os países que mais consomem apps. É o terceiro maior mercado do planeta, perdendo apenas para os Estados Unidos e China.

Os números são animadores

Mercado mobile

Você ainda não está convencido de que o mercado mobile é uma oportunidade e tanto para se fazer negócio? Veja, então, outros dados interessantíssimos:

  • O Brasil deve chegar perto dos 340 milhões de smartphones ativados em 2018, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas – FGV.
  • As pessoas usam pelo menos 2 dispositivos mobile para se conectarem à internet. Entre esses dispositivos, os mais populares são o smartphone, notebook, tablets, consoles portáteis e relógios inteligentes.
  • Cada pessoa instala, em média, 20 aplicativos.
  • Existem cerca de 4,2 milhões de aplicativos disponíveis nas lojas do Google e Apple, e a previsão é de aproximadamente 200 bilhões de downloads de Apps até o final do ano.
  • Segundo o IBGE, nos últimos 4 anos, os smartphones têm sido os dispositivos preferidos para se acessar a internet, ganhando dos computadores.
  • Android é o sistema mais usado, abocanhando 78% do mercado.
  • Entre os usuários da Internet, 47% acessam a rede diariamente por meio dos smartphones.
  • 9 entre 10 consumidores mantêm os smartphones ao alcance das mãos dia e noite.
  • Mais da metade dos brasileiros (67%) já comprou produto ou serviço por meio do smartphone.
  • As três categorias prediletas nas compras online são os eletrônicos, roupas e acessórios.

Conectado nas tendências

Mercado mobile

O mercado é dinâmico e nós devemos acompanhar de perto toda essa movimentação. Veja o que dizem os especialistas no assunto:

  • As empresas tendem a adotar cada vez mais o conceito “omnichannel”. Isso significa conectar todos os canais de venda da empresa, facilitando assim o processo.
  • Estão se popularizando, a cada dia, os dispositivos que são usados acoplados ao corpo – tecnologia wearables. Entre eles, pulseiras, braceletes etc. Mas são os smartwatches que lideram a preferência dos consumidores.  
  • Crescem as vendas online em todo mundo, inclusive, pelos dispositivos móveis.
  • As tecnologia por controle de voz (Google Assistant, Alexa, Siri e Cortana) caiu nas graças dos consumidores.
  • A perspectiva é de que o mobile ganhe mais e mais espaço nos próximos 10 anos, assumindo a dianteira em relação ao mercado publicitário de TV e internet.

Esses são apenas alguns exemplos, porque existe muito mais coisa acontecendo e as oportunidades no mercado mobile são enormes.

Como começar no mercado mobile

Não é porque o mercado está em expansão que você vai entrar de cara. Não é bem assim. Se você quer colocar o seu negócio nos smartphones e outros dispositivos móveis, precisa planejar.

  • O primeiro passo é buscar por profissionais preparados para ajudá-lo.
  • Lembre-se que os consumidores são pessoas, então, direcione o seu foco para elas e não para a tecnologia. Tenha claro qual os benefícios esses clientes terão com o seu produto/serviço. Ou seja, não abra um negócio porque surgiu uma tecnologia que você acha interessante, mas sim porque essa tecnologia pode ser útil para as pessoas.
  • Para entrar no mercado mobile você não precisa ser um expert no assunto e nem dominar todas as ferramentas disponíveis. Tenha noção de espaço digital e não fique esperando a vida inteira para dar os primeiros passos. Isso porque as coisas mudam com muita rapidez nesse mercado, exigindo assim uma evolução constante.

Vantagens atraentes

Mercado mobile

Estar literalmente nas mãos do consumidor 24 horas por dia tem de fato suas vantagens. A sua marca pode acompanhá-lo a todo instante e em qualquer lugar. Os seus principais ganhos são:

  • Facilidade para efetuar as vendas. Nunca foi tão fácil comprar e o brasileiro vem se destacando entre aqueles que adoram adquirir produto/serviço pelo celular. São exatamente as facilidades do e-commerce que vêm atraindo as pessoas.
  • Possibilidade de segmentar as ações de marketing com base na localização dos consumidores ou consumidores potenciais. Por exemplo, uma cafeteria pode liberar cupons para a galera que estiver nas imediações no início do dia.
  • A marca pode estar em diversos canais usados pelos consumidores, criando ações específicas para cada aplicativo. 
  • Custos menores nas ações de marketing em relação a outros meios, quando se leva em conta o investimento e o retorno.
  • Aplicativos podem proporcionar, também, diversão para o cliente, e esse é um elemento a mais para se conquistá-lo.

E você, como cliente, também também incorporou os apps e os dispositivos móveis no seu cotidiano? Conte para nós a sua experiência!

Respostas

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+