O desenvolvedor certificado em social coding

12 de julho de 2011

Participar de comunidades e encontros onde se aprende trocar e aperfeiçoar códigos é uma espécie de certificação social, tão importante quanto muitas formais.

Possuir ou não uma certificação é assunto debatido há séculos, naturalmente sem uma posição comum ou mínimamente conclusiva.

Enquanto esse debate atravessa as gerações, o processo de desenvolvimento vai sendo aperfeiçoado ao longo do tempo e ganhando novos caminhos.

E agora, depois de tanto tempo, temos finalmente uma característica comum e que realmente atesta bastante coisa em relação às qualidades de um determinado profissional.

Seja social

O universo proposto pelo código livre tem uma importância crítica nesse avanço. A maior parte dos grandes projetos de código aberto são realizados graças aos esforços de pessoas espalhadas pelo mundo, que trabalham através da internet e unem forças para um bem comum.

Apesar das inúmeras características legais da internet, ela não substitui os encontros presenciais e seus respectivos benefícios, fato este provado por A + B pelos incontáveis eventos que ocorrem pelo país (e pelo mundo), que são essencialmente eventos sociais.

Naturalmente isso não se restringe apenas à recursos ligados a tecnologias abertas; muitos eventos são feitos usando como pano de fundo de tecnologias proprietárias, como por exemplo o .NET Architects Day.

Na maioria dos casos os eventos são excelentes oportunidades de aprender, ensinar e, claro, socializar!

Social Certified Professional

Participar de uma comunidade implica em ter uma voz – você é incentivado a participar, opinar e debater as ideias. E todo esse processo acaba passando por um ponto bastante interessante: compartilhar código

Você acaba fatalmente aprendendo MUITO, seja lendo código de terceiros ou aperfeiçoando os seus com ajuda e sugestões destes mesmos terceiros.

No final das contas tudo isso acaba criando uma espécie de Certificação Social, tão (ou até mais) importante quanto muitas certificações formais, que apenas atestam que você conhece determinado assunto teoricamente.

A certificação social “prova” que você participa; compartilha ideias e conhecimentos.

Todo o resto não vela mais nada?

Vale! É comum as pessoas se preparem de forma bastante sólida visando uma certificação formal, o que claramente contribui para o crescimento profissional de qualquer um. Por conta disso as certificações formais tem e terão valor por bastante tempo ainda; o que eu quero dizer é que é a certificação social não deve ser ignorada!

E onde conseguir a sua certificação?

Eu ainda estou buscando as minhas, de qualquer maneira a festa ocorre nos seguintes locais:

Atualmente estou lendo mais do que escrevendo, mas espero mudar isso em breve! [Webinsider]
…………………………

Conheça os planos de hospedagem da HostLayer.
Acompanhe o Webinsider no Twitter.

Avalie este artigo:
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Uma resposta para “O desenvolvedor certificado em social coding”

  1. Beto Nogueira disse:

    Gostei do artigo, também compartilho essa opnião e dos lugares citados, Codeplex e Source Forge visito regularmente, assim como os foruns do MSDN. Aprender é ótimo, poder compartilhar o que vc sabe é maravilhoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *